Visão Mais

Siga-nos nas redes

Perfil

Como distinguir o bom do mau chocolate

Visão Mais

Chegou dezembro e, com ele, a época "oficial" dos chocolates. Sabe como distinguir um bom de um mau chocolate? Se não, pode ser que este artigo o ajude na escolha do chocolate ideal para oferecer (e para comer sozinho)

Uma caixa de bombons ou uma tablete de chocolate são prendas para todas as ocasiões. Mas antes de escolher o chocolate ideal para oferecer este Natal, veja se ele é um bom ou um mau chocolate.

Como? Seguindo estes passos:

VEJA

Mesmo sem saber todos os detalhes de produção do chocolate – que é o mais certo – a sua qualidade pode, entre outras coisas, ser vista.

Um bom chocolate tem uma aparência lisa e brilhante, sem bolhas ou manchas superficiais. Uma superfície defeituosa pode não comprometer a qualidade do chocolate, mas pode por vezes significar que o mesmo não foi manuseado com o devido cuidado depois da produção.

O chocolate pode apresentar, por exemplo, manchas acinzentadas ou brancas visíveis a olho nu. Estas manchas são formadas pela cristalização da manteiga de cacau à superfície e indicam que o chocolate já derreteu e voltou a enrijecer pelo menos uma vez após ser produzido e antes de ser consumido.

Por outras palavras, chocolate manchado de branco é de evitar. Embora possam não ter qualquer efeito sobre a qualidade do produto, estas manchas podem ser sinal de uma de duas coisas: ou que o chocolate não foi devidamente manuseado pós-produção, ou que esteve exposto a temperaturas extremamente elevadas.

Pelo sim pelo não - e a não ser que seja chocolate branco – evite.

CHEIRE

O seu nariz pode dar-lhe pistas importantes acerca da real qualidade do chocolate. O chocolate de alta qualidade deve ter um cheiro muito acentuado a – adivinhou – chocolate.

Se, por outro lado, sentir um cheiro a "congelado" ou ligeiramente apimentado, o chocolate poderá ter sido mal-acondicionado: poderá ter sido congelado durante um longo período de tempo ou ter sido armazenado perto de produtos com cheiros intensos, que o chocolate tende a absorver.

Um chocolate de menor qualidade poderá apresentar um cheiro mais predominante a especiarias ou a baunilha, ingredientes por vezes utilizados para dar sabor ao chocolate.

Para fazer o teste do cheiro toque suavemente no chocolate - isso vai ajudar a libertar o aroma. Ninguém precisa de saber que o fez, mas já que o fez, repare também na suavidade da textura. Um chocolate de alta qualidade apresenta, por norma, uma textura sedosa e não pegajosa ao toque.

OIÇA

Não, não enlouquecemos – ouvir o chocolate é crucial para determinar o seu nível de qualidade. Nomeadamente, o barulho que faz ao ser partido com as mãos.

Esta é uma técnica especialmente útil no caso do chocolate preto. Um chocolate de qualidade dá um "estalo" seco e ruidoso e o chocolate parte-se num corte limpo.

Por outro lado, um chocolate de qualidade inferior tende a dobrar-se quando partido, a fazer um barulho fraco ou abafado, ou simplesmente a desfazer-se em migalhas.

"O chocolate de maior qualidade tende a fazer um género de um click e um barulho mais forte, porque não derrete tão rapidamente e tem menos açúcar e gordura vegetal", que o chocolate de qualidade inferior, explica Angus Kennedy, especialista em chocolate e editor da revista Kennedy's Confection, ao Business Insider.

PROVE

E chegámos à melhor parte: para testar a qualidade do chocolate, é importante, claro, prová-lo.

Neste teste joga não só o sabor, mas também a textura do chocolate. O "bom chocolate" tem uma textura cremosa e aveludada na boca. Por outro lado, uma sensação granulosa ou "cerosa" pode ser indicadora da baixa qualidade do chocolate que provou.

E fica uma dica: quando provar um chocolate, não o mastigue de imediato – deixe-o derreter lentamente na boca para retirar uma melhor experiência do mesmo.

O chocolate de alta qualidade usa manteiga de cacau em vez de gorduras vegetais alternativas. Isto faz com que derreta mais rapidamente, tanto na boca como ao toque.

Ao mesmo tempo, um bom chocolate é naquele cujo sabor permanece na boca durante alguns minutos, em vez de desaparecer imediatamente após ser comido.

"Quando o come [o chocolate de qualidade] deverá ter um gosto ligeiramente frutado, pois o cacau é na verdade um produto muito frutado", explica Kennedy, que afirma que o amargor sentido no sabor de alguns chocolates provém de uma maior torrefação do cacau.

Posto isto, não se deixe enganar pelas marcas ou pela aparência das embalagens. Faça estes quatro testes para saber o que realmente está a consumir ou a preparar-se para oferecer.