Visão Mais

Siga-nos nas redes

Perfil

Esta é a técnica mais eficaz para se lembrar de tudo

Visão Mais

Karolina Grabowska\012STAFFAGE

Um grupo de cientistas canadianos concluiu que este simples truque é o mais eficaz para o ajudar a lembrar do que mais precisa

Se se quer lembrar de alguma coisa, leia-a em voz alta. É tão simples quanto isso. Falar e ouvir palavras simultaneamente torna-as mais pessoais e, consequentemente, mais fáceis de lembrar, concluiu um estudo da Universidade de Waterloo, no Canadá.

"Este estudo confirma que a aprendizagem e a memória beneficiam de envolvimento ativo", explica Collin MacLeod, psicólogo e principal autor do estudo.

"Quando adicionamos uma medida ativa ou um elemento de produção a uma palavra, essa palavra torna-se mais distinta na memória a longo-prazo e, consequentemente, mais memorável", refere.

Os investigadores analisaram a capacidade de 95 pessoas de se recordarem de informação, de quatro formas diferentes:

- Lendo-a em silêncio

- Ouvindo-a a ser lida por outra pessoa

- Ouvindo-se a si próprios depois de ter lido em voz alta

- Lendo-a em voz alta em tempo real.

Os resultados demonstraram que ler a informação em voz alta ajuda as pessoas a lembrarem-se melhor dela. Isso deve-se ao "efeito de produção", ou seja, a ação dupla de falarmos e de nos ouvirmos em simultâneo, que torna tudo o que é dito e ouvido mais pessoal.

As conclusões do estudo serão principalmente impactantes para os cidadãos "séniores que são aconselhados a fazer puzzles e palavras-cruzadas para ajudar a fortalecer a memória", explica MacLeod.

"Este estudo sugere que a ideia de ação ou atividade também melhora a memória", diz. "E sabemos que o exercício regular e o movimento são também grandes pilares para uma boa memória".

A proposta para este estudo partiu de pesquisas anteriores que tinham já demonstrado que escrever palavras, à mão ou a computador, torna-as mais fáceis de recordar.