Visão Mais

Siga-nos nas redes

Perfil

Cinco sinais científicos de que está a apaixonar-se

Visão Mais

DR

Pode ser o amor da sua vida, uma simples paixoneta, pode nem dar em nada como pode dar em tudo. Estar apaixonado é bom mas, a verdade é que, nem todos conseguem perceber se estão ou não apaixonados. A boa notícia é que há cinco sinais, apoiados pela ciência, que o podem ajudar

Provavelmente já lhe aconteceu conhecer uma pessoa nova, ter interesse, e questionar-se se é apenas uma atração física ou se está realmente apaixonado. Enquanto uns conhecem bem o sentimento, outros têm mais dificuldades em perceber se estão mesmo apaixonados. No entanto há alguns sinais, apoiados pela ciência, que o podem ajudar da próxima vez que der por si a questionar-se se está, ou não, apaixonado.

Desejo de ver a outra pessoa feliz

Um sinal de que pode estar apaixonado acontece quando a felicidade da outra pessoa se torna realmente importante para si. O amor compassivo pode ser um dos sinais de que está realmente apaixonado.

De acordo com um estudo, conduzido por uma equipa de investigadores da Universidade de Winnipeg no Canadá, o amor compassivo pode, de facto, ser um dos maiores sinais de uma relação saudável. Quando há amor compassivo surge a possibilidade de uma relacionamento romântico.

Desta forma, atos como fazer o pequeno almoço para a outra pessoa, ceder o próprio casaco numa noite de frio para que essa pessoa não tenha frio, podem ser sinais de que está realmente apaixonado.

Sente um alívio na dor

Estar apaixonado não só o faz feliz como pode também permitir que não sinta dor tão intensivamente, de acordo com um estudo conduzido por investigadores da Faculdade de Medicina da Universidade de Stanford nos Estados Unidos.

O estudo contou com a participação de quinze indivíduos que estavam nos primeiros nove meses de uma nova relação. Cada participante tinha a tarefa de observar a foto de alguém que amavam. Os investigadores descobriram que esse ato poderia reduzir a dor moderada em 40% e reduziu a dor severa em 15%.

De acordo com os investigadores, ter sentimentos de amor intenso ou estar apaixonado pode proporcionar um alívio na dor surpreendentemente eficaz, semelhante a analgésicos.

O seu coração fica sincronizado com o da outra pessoa

Sentir o coração acelerado quando se está apaixonado é perfeitamente normal. Mas sabia que o seu coração poderia bater ao mesmo tempo que o da outra pessoa?

Um estudo conduzido por investigadores do Departamento de Psicologia da Universidade da Califórnia, sugere que os corações de um casal começam a bater ao mesmo ritmo quando ambos se apaixonam.

Apesar de não conseguir saber se isso, de facto, aconteceu, sentir uma conexão com a outra pessoa pode ser um sinal de que está apaixonado.

Sente-se à vontade com coisas nojentas

Estar apaixonado é muitas vezes ver o parceiro com a mão no nariz e não se importar, mesmo que seja uma pessoa com fobia a germes. Se isto já lhe aconteceu então é muito provável que esteja apaixonado.

Uma equipa de investigadores da Universidade de Groningen na Holanda descobriu que os sentimentos de excitação sexual reduz o desagrado por exemplo, ao suor, saliva ou odores corporais da outra pessoa.

Gosta das peculiaridades do outro

São as pequenas peculiaridades de cada pessoa que a tornam diferente e que fazem com que se apaixone por ela. E se você gosta das pequenas peculiaridades da outra pessoa, então pode estar apaixonado.

Um estudo, conduzido por investigadores da Universidade da Califórnia nos Estados Unidos, descobriu que pequenas peculiaridades podem realmente fazer uma pessoa se apaixonar por alguém mais do que os atributos físicos. E isto acontece porque cada pessoa tem as suas próprias preferências.