Visão Mais

Siga-nos nas redes

Perfil

Quatro truques científicos para superar um desgosto de amor

Visão Mais

DR

Não existe nenhum truque para que um coração partido se repare de um dia para o outro. Mas existem quatro truques, apoiados pela ciência, que o podem ajudar a ultrapassar o fim de uma relação

Depois de uma separação a vontade para se fazer o que quer que seja é nula. Comer chocolate ou ouvir música triste são, normalmente, as opções mais comuns. As separações são difíceis e demoram a ser ultrapassadas. O mais famoso conselho, o de que o tempo cura tudo, é, nestas alturas desesperante por quem tenta ultrapassar o fim de uma relação. No entanto existem algumas formas, apoiadas pela ciência, que o podem ajudar a ultrapassar um desgosto amoroso.

Seja emotivo

Chore. Se precisar de chorar muito então chore muito. Chore aquilo que precisar. Quando uma relação chega ao fim é importante perceber o que não funcionou e isso, normalmente, tem muitas lágrimas à mistura.

Um estudo, conduzido por uma equipa de investigadores holandeses, revelou que chorar pode ser uma forma de melhorar o humor e posteriormente ajudar a ultrapassar a dor do fim de um relacionamento.

Não só chorar, como refletir no porquê da relação ter chegado ao fim, são formas que ajudam a ultrapassar um desgosto amoroso. Segundo um estudo, feito por investigadores americanos, descobriu que os participantes que refletiam sobre a separação, sentiam-se menos solitários e ultrapassaram melhor o fim do namoro.

Corte relações

Apesar de ser normal que, no fim de uma relação, exista sempre a curiosidade de saber sobre a outra pessoa, o melhor mesmo é cortar relações de vez.

Um estudo, realizado por uma investigadora do Departamento de Psicologia da Universidade de Brunel no Reino Unido, revelou que manter o ex-parceiro no Facebook prejudica o processo de cura. Dos 464 indivíduos que participaram no estudo, os que permaneceram amigos dos ex-parceiros na rede social tinham maiores níveis de angústia e menor crescimento pessoal.

Fale... até mesmo com alguém que não conheça

Fale, fale com os seus amigos, familiares ou até mesmo com uma pessoa diferente. Manter as coisas guardadas e não desabafar, não só não o permite seguir em frente, como levará a problemas maiores a longo prazo. Falar com uma pessoa nova que não conhece pode até levar ao surgimento de uma nova relação.

Um investigador da Universidade de Nova Iorque descobriu que dos participantes que analisou, os que recuperaram de um desgosto amoroso numa nova relação, tinham melhor bem-estar do que aqueles que permaneceram solteiros.

Escreva sobre o que sente

Escrever sobre o que sente pode ser uma maneira de libertar o que tem dentro de si. Além de ajudar a lidar com os pensamentos, escrever sobre o fim da relação pode ajudar a reduzir o stress e ansiedade, permitindo que resolva os seus problemas de forma mais eficiente.

Um estudo, conduzido por um investigador do Departamento de Psicologia da Universidade de Monmouth nos Estados Unidos, revelou que escrever sobre o que sente após o fim da relação ajuda a lidar com a situação.