Visão Mais

Siga-nos nas redes

Perfil

VÍDEO: Desfazer os mitos das dietas loucas depois de as experimentar

Visão Mais

  • 333

Ana Ni Ribeiro foi às Motivational Talks da VISÃO e da V+ explicar os riscos das falsas dietas milagrosas. Será que se deve mesmo cortar com os hidratos de carbono? Ou comer toda a fruta que se quiser? Veja o vídeo em que a nutricionista conta como passou do excesso de peso a um princípio de anorexia

Ana Ni Ribeiro, 38 anos, foi uma criança gordinha e feliz. Já na adolescência deixou-se seduzir pelas dietas ioiô. Um caminho perigoso que a levou a pesar 41 quilos aos 18 anos. E a ser diagnosticada com um princípio de anorexia.

Foi também devido a esta história de vida que Ana Isabel decidiu ser nutricionista. Partilha a sua visão da nutrição nas consultas, no blogue A Nitricionista e também no seu livro, A Minha Dieta (ed. Lua de Papel).

Nas Motivational Talks, promovidas pela VISÃO e pela V+, uma revista dedicada aos temas do fitness, saúde e bem-estar, optou por desfazer alguns dos mitos mais comuns no universo das dietas. O tema desperta paixões e deu origem a várias perguntas de quem assistia à apresentação no Vila do Conde The Style Outlets ou assistia em direto na página de Facebook da VISÃO.

No seu caso, foi quando optou por uma dieta altamente restritiva que, aos 18 anos, chegou aos 41 quilos. “Quem tem muito peso tem uma relação obsessiva com a comida, mas quem tem pouco tem ainda mais”, alertou.

A motivação para criar o seu blogue foi simples: “A internet é uma fonte inesgotável de informação, mas é fundamental distinguir a válida da inválida”. É isso que procura fazer com base na sua experiência pessoal e, sobretudo, no seu conhecimento científico.

Mais do que prescrever dietas, Ana Ni Ribeiro defende a reeducação alimentar, ou seja, um estilo de vida que não se esgota numa perda de peso localizada de tempo.

“A comida saudável pode ser bonita, rápida de fazer e saber bem”, acredita.

Se há muitos caminhos que podem levar ao mesmo destino, muitas vezes, o melhor é pedir ajuda a quem sabe aconselhar com rigor. “Não podemos querer emagrecer a todo o custo. É a nossa saúde que está em causa”.

Com a aproximação do verão, cresce a procura por dietas milagrosas, mas Ana Ni Ribeiro é perentória: “Não existem”.

E deixa o alerta: “Emagrecer não é perder peso. Emagrecer é perder massa gorda” – o que pode não ser imediatamente visível na balança.

A nutricionista – que todos tratam por Ana Ni (daí o nome do blogue Nitricionista) – começou por abordar o mito do metabolismo lento, que afeta apenas uma minoria da população. É possível acelerá-lo através do exercício físico e da alimentação.

“Dieta que é dieta não pode ter hidratos de carbono”, começou por afirmar de forma provocadora. De seguida, desfez esta ideia feita: “Deve ser consumido um valor mínimo de 120 gramas de hidratos de carbono por dia. O nosso cérebro precisa de glicose e é nos hidratos que a encontra”.

Ana Ni Ribeiro também alertou para o facto de a fruta não estar isenta de contraindicações devido ao açúcar que contém. Por isso, o ideal é não ultrapassar as cinco porções por dia. E atenção ao tamanho: uma maça pode valer por duas.

A nutricionista também deixou algumas recomendações à assistência: não subestimar a calorias ingeridas (um diário alimentar pode ser um bom método). Por outro lado, não sobrestimar a atividade física (a mudança tem de ser global), cumprir horários (como comer de três em três horas) e respeitar o horário do sono.

Se a V+ tem um mantra – viver, comer, treinar – também a Ana Ni Ribeiro tem o seu: “dormir, treinar bem, comer melhor”.

As Motivational Talks, que decorreram no Vila do Conde The Style Outlets, assinalam o lançamento da segunda edição da V+, a revista da marca VISÃO dedicada aos temas do fitness, saúde e bem-estar.