Visão Júnior

Siga-nos nas redes

Perfil

Espetáculo: «Malala, a miúda que ganhou»

Notícias

Fairfax Media

Em 2014, Malala Yousafzai, uma jovem paquistanesa de 17 anos, recebeu o Prémio Nobel da Paz e tornou-se uma inspiração para jovens de todo o mundo. O espetáculo d’A Barraca conta a história desta jovem heroína. No dia 11 de novembro, estará em cena no Museu do Oriente, e a entrada é gratuita para escolas

Tudo começou quando, aos 11 anos, Malala começou a defender publicamente o acesso à educação por parte das raparigas da sua região, no Paquistão, num blogue que escrevia anonimamente. O vale do Swat, onde vivia, era dominado pelos talibãs - uns homens que usam os livros religiosos islâmicos (o Corão e a Suna) para dizer o que é proibido e permitido – que impediram as raparigas de irem à escola.

As palavras de Malala fizeram eco e começaram a incomodar os talibãs, que achavam as suas ideias perigosas, pois questionavam as suas ordens. Quiseram calá-la, tentaram matá-la, mas Malala sobreviveu, fugiu, fez-se ouvir nos quatro cantos do mundo e, a 10 de outubro de 2014, a sua coragem e ativismo valeram-lhe o Nobel da Paz. Nunca ninguém tão jovem tinha recebido tamanha honra.

1 / 5

2 / 5

3 / 5

4 / 5

5 / 5

O espetáculo «Malala, a miúda que ganhou», da companhia A Barraca acompanha o crescimento desta jovem heroína e mostra as dificuldades que muitas crianças continuam a ter para assegurar a sua sobrevivência neste mundo, entre elas, o direito à educação.

«Malala, a miúda que ganhou» - criação e interpretação: Maria do Céu Guerra.
Museu do Oriente, 11 de nov., 11h30; público-alvo: 10-18 anos; entrada gratuita para escolas mediante inscrição

Este é o novo livro escrito por Malala Ousafzai, no qual relata o que vu e ouvu nos campos de refugiados que tem visitadoi

Este é o novo livro escrito por Malala Ousafzai, no qual relata o que vu e ouvu nos campos de refugiados que tem visitadoi

Histórias de refugiados

Depois do livro Eu Sou Malala, escrito pela jovem em 2013, chega agora às livrarias portuguesas Nós Somos Refugiadas, a mais recente obra da jovem ativista. Malala conta algumas das histórias que ouviu nos campos de refugiados que tem visitado, e relata também a sua própria experiência, uma vez que também ela foi obrigada a fugir do seu país.

Numa época em que tanto ouvimos falar de refugiados, esta é uma boa sugestão de leitura para ti que gostavas de perceber melhor o que se passa no mundo.

Atualmente, Malala Yousafzai tem 22 anos e estuda na Universidade de Oxford, em Inglaterra, para se formar em Filosofia, Economia e Política. Além disso, é cofundadora e membro da administração da Fundação Malala.

  • Malala Yousafzai: A heroína da paz

    Notícias

    A luta pela repressão de crianças e jovens e pelo seu direito à educação valeu o Prémio Nobel da Paz deste ano a Kailash Satyarthi e Malala Yousafzay. VÊ AS FOTOS e fica a saber 12 curiosidades sobre a adolescente paquistanesa que os talibans converteram num ícone global