Visão Júnior

Siga-nos nas redes

Perfil

Oceanário de Lisboa tem dois novos tubarões

Notícias

Dois tubarões-de-pontas-negras-de-recife nascidos na Alemanha chegaram ao Oceanário em setembro de 2016. Depois de um período de nove meses de adaptação, juntaram-se às outras espécies no aquário central, onde agora os podes ver

Os dois novos residentes do oceanário de lisboa têm agora mais de um metro de comprimento e pesam nove quilos. Não são muito grandes, nem são perigosos para os humanos. Nadam muito perto da superfície, rodeados de peixes mais pequenos e outros bem maiores, como o tubarão-touro ou a garoupa-gigante que lhe fazem companhia no aquário.

Esta espécie de tubarões prefere nadar em águas pouco profundas de recifes de coral e, muitas vezes, podemos ver as suas barbatanas na superfície da água.

São tubarões que nadam muito rápido, mas as fêmeas demoram 16 meses a dar à luz apenas 3 ou 4 crias! No Hawaii as pessoas alimentam os tubarões e nunca os matam, porque veem este tubarão como um guardião.

Há ainda outros 3 tubarões da mesma espécie, que vivem no oceanário há mais de 20 anos, mas estão a ficar velhinhos e, por isso, estes dois novos tubarões chegam para garantir que o aquário continue a ter tubarões-de-pontas-negras-de-recife, conforme explica a bióloga Núria Baylina, curadora e diretora de conservação do oceanário.