Visão Júnior

Siga-nos nas redes

Perfil

Concerto «Juntos Por Todos» angariou mais de um milhão de euros

Notícias

www.ruibandeirafotografia.com

Os portugueses mostraram que são solidários com as pessoas que foram afetadas pelos grandes fogos da semana passada

O palco do Meo Arena, em Lisboa, reuniu 25 artistas nacionais, numa noite solidária que rendeu 1,153 milhão de euros. O dinheiro será usado para apoiar as vítimas dos incêndios da região de Pedrógão Grande.

Ontem, 14 mil espectadores encheram a maior sala de espetáculos do país, no concerto que foi transmitido em direto e simultâneo pela RTP, SIC e TVI e em mais de cem rádios, incluindo todas as rádios nacionais, um acontecimento histórico. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, também esteve na plateia, junto ao Presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues.

Salvador sobral, o vencedor da Eurovisão, foi o último a atuar. Cantou a música «Amar pelos Dois», em conjunto com as milhares de pessoas que esgotaram o Meo Arena.

O dinheiro vai ser entregue à União de Misericórdias Portuguesas, uma rede de centros de apoio e tratamento a pessoas com dificuldades, como doentes e inválidos, bebés e pessoas de terceira idade.

Além do concerto de homenagem às vítimas, também o grupo Impresa (que é dona da SIC, da VISÃO Júnior e do Expresso) conseguiu angariar €852.490,70, com a campanha «Um abraço a Portugal». Este valor é o resultado da contribuição dos telespectadores da SIC e SIC Internacional, que ligaram para a linha telefónica solidária SIC/SIC Esperança. As revistas VISÃO, Caras, TV Mais, Telenovelas e o jornal Expresso também doaram 10% das receitas das vendas das suas edições da semana passada às populações afetadas.

A Associação Corações Com Coroa, uma associação sem fins lucrativos, fundada por Catarina Furtado, vai oferecer bolsas de estudo, com a duração máxima de três anos, a jovens e bombeiras voluntárias das zonas afetadas pelos incêndios.

O incêndio em Pedrógão Grande é uma das maiores tragédias da história do nosso país: provocou 64 mortos, 200 feridos, destruiu aldeias completas e deixou em cinzas 50 mil hectares, uma área equivalente a 50 mil campos de futebol, no distrito de Leiria.

O cartaz do concerto

O cartaz do concerto