Visão Júnior

Siga-nos nas redes

Perfil

Correria em Joane

MIÚDOS A VOTOS

No Centro Escolar de Joane, a primeira escola visitada, a campanha estava ao rubro

lucilia Monteiro

No Agrupamento de Escolas Padre Benjamim Salgado, em Joane, Famalicão, o dia foi sempre a correr: quatro escolas em campanha e muitos miúdos animados!

Munidos de cartazes, com um megafone em riste e muita energia, os miúdos do 2º ano do Centro Escolar de Joane fizeram campanha, no recreio, para o resto dos colegas. As professoras ajudaram a fazer os cartazes, mas os livros foram escolhidos por eles. «O Cuquedo» é o meu livro preferido porque podemos viajar, sonhar e ver. E ver é fixe! O livro fala dos animais da selva a andarem de lá para cá e de cá para lá enquanto fogem do Cuquedo, que prega sustos aos animais que estiverem parados”, contou-nos, entusiasmado, Dinis Oliveira, 7 anos. O colega de campanha José Machado, 7 anos, já leu o livro três vezes! Se os queres ver em campanha, vê aqui o vídeo que nos enviaram.

Uns querem que o vencedor seja «O Cuquedo», de Clara Cunha...

Uns querem que o vencedor seja «O Cuquedo», de Clara Cunha...

lucilia Monteiro

... Outros lutam para garantir que o vencedor é «A Girafa que Comia Estrelas», de José Eduardo Agualusa

... Outros lutam para garantir que o vencedor é «A Girafa que Comia Estrelas», de José Eduardo Agualusa

lucilia Monteiro

Do lado de «A Girafa que Comia Estrelas» está Leonor Peixoto, 7 anos: «O que mais gostei foi a parte em que a girafa espirrou e a savana ficou verde de novo. O livro fala sobre a amizade entre uma galinha e uma girafa, uma amizade estranha mas bonita». Se quiseres vê-los em campanha, clica aqui.

A quatro quilómetros, na Escola Básica de Boca do Monte, faz-se campanha pelos mesmo livros, mas de uma forma diferente: os alunos do 2º ano resolveram apresentar o projeto e os livros aos colegas mais novos, do 1º ano. No final, ofereceram-lhes uma girafa para pintarem, gritaram pelo «melhor livro do mundo, O Cuquedo!» e apelaram ao voto, no dia 15 de março.

Os dois grupos no final da apresentação

Os dois grupos no final da apresentação

Lucilia Monteiro

A menos de 10 minutos dali, fica a Escola Básica de Pousada de Saramagos, onde os miúdos e miúdas dos 3º e 4º ano optaram pelos livros «A Girafa que Comia Estrelas», «O Cuquedo» e ainda «A Maior Flor do Mundo». Andreia Carneiro, 9 anos, explica que gosta do livro de José Saramago porque «a história mostra que, se ajudarmos as pessoas, somos recompensados».

O grupo que faz campanha pelo livro «A Maior Flor do Mundo»

O grupo que faz campanha pelo livro «A Maior Flor do Mundo»

LUCILIA MONTEIRO

As meninas que querem que o vencedor seja «A Girafa que Comia Estrelas»

As meninas que querem que o vencedor seja «A Girafa que Comia Estrelas»

LUCILIA MONTEIRO

O grupo que defende o livro «O Cuquedo»

O grupo que defende o livro «O Cuquedo»

LUCILIA MONTEIRO

Também na Escola Básica de Estalagem foi dia de campanha. «O Principezinho», de Antoine de Saint-Exupéry, tem o apoio de Ana Silva, 9 anos: «Nunca tinha lido este livro e foi por causa dosMiúdos a Votos que o comecei!»

LUCILIA MONTEIRO

O grupo de rapazes que está a fazer campanha pelo livro «O Gigante Egoísta»

O grupo de rapazes que está a fazer campanha pelo livro «O Gigante Egoísta»

LUCILIA MONTEIRO

Nesta escola há ainda mais três livros em campanha: «O Elefante Cor-de-Rosa», que, nas palavras de Tiago Correia, 9 anos, é um livro «muito criativo que estimula a nossa imaginação». «Fez-me imaginar um planeta onde os elefantes fossem cor de rosa e não houvesse preocupações.»

LUCILIA MONTEIRO

Beatriz Costa, 10 anos, diz que escolheram o livro «A Girafa que Comia Estrelas» porque o título os intrigou. «Queríamos ver se era mesmo verdade, se a girafa comia mesmo estrelas ou se era só uma forma de dizer.» Já fizeram panfletos, cartazes e muitas estrelas para pendurar pela escola.

LUCILIA MONTEIRO

Pelo livro «O Cuquedo» estão outros quatro rapazes. O João Pedro, 10 anos, representa o grupo e explica a escolha: «É uma história muito engraçada: toda a gente sabia quem era o Cuquedo pelo nome, mas ninguém o conhecia. Quando o Cuquedo chegou, perguntou aos animais porque estavam eles a andar para trás e para a frente. Os animais responderam-lhe que estavam com medo do Cuquedo, mas ele não lhes queria fazer mal. Isso incentiva-me a ter vontade de conhecer melhor todas as pessoas que só conheço pelo nome.. E ainda deixou o aviso: «Se não votarem no Cuquedo, ele ainda aparece para vos assustar!».

LUCILIA MONTEIRO