Visão Júnior

Siga-nos nas redes

Perfil

Texto dos alunos do 2.ºB do Colégio da Via-Sacra, em Viseu

As aventuras de Júnior&Joana

  • 333

Os alunos do 2.ºB do Colégio da Via-Sacra, em Viseu, escreveram o texto "As aventuras de Júnior e Joana no Zoo"

 As aventuras de Júnior e Joana no zoo

O Júnior e a Joana estavam a jantar quando lhes surgiu a mesma ideia e gritaram, entusiasmados, em coro:

- Podemos ir, amanhã, ao zoo?

- Vamos pensar nisso e amanhã decidimos. - responderam os pais.

Na manhã seguinte, o Júnior e a Joana acordaram ansiosos, correram para o quarto dos pais e imploraram:

- Podemos ir?! Podemos ir?!

Já saturados de ouvir tanta gritaria responderam que sim.

Os meninos pularam de alegria na cama, enchendo os pais de beijos. O Gão, o cão da família, saltou, disparado como uma flecha, para a cama, juntando-se a eles.

Quando chegaram ao zoo, os pais responsabilizaram os meninos:

- Podem ir dar uma volta sozinhos, mas não se afastem muito de nós.

Enquanto passeavam, repararam que os animais estavam aflitos e tristes, arranhando as jaulas para sair...

- Quem me dera que o Gão estivesse aqui para comunicar com os animais... - suspirou a Joana.

Nesse momento, o Júnior tirou o seu chapéu mágico e fez aparecer o cão.

- Gão, podes tentar perceber a razão de tanta aflição e tristeza? - perguntou a Joana.

O cão ladrou afirmativamente e reuniu-se nas jaulas com cada animal. Entre rugidos e guinchos, o Gão foi ouvindo as suas reclamações.

- Júnior e Joana, os animais querem voltar para o seu habitat natural.

Os dois meninos começaram a conversar...até que o Júnior teve uma ideia luminosa:

- Vamos disfarçar-nos de tratadores. O meu chapéu mágico tornar-nos-á mais altos e mais velhos!

Entretanto, a Joana olhou para o relógio e alertou:

- Júnior, já é tarde! Os nossos pais já devem estar à nossa procura. Voltamos amanhã!

- Mas como? - perguntou o Júnior.

- Como amanhã é o Dia do Animal, os pais devem deixar-nos vir outra vez ao zoo. - lembrou a Joana.

Já em casa, cansados, foram diretamente para a cama. Durante o sono, a Joana teve um sonho para poder libertar os animais...

- Júnior, já sei! Temos de trocar os animais por robôs com a magia do teu chapéu! - gritou entusiasmada.

De manhã cedinho, pé ante pé, o Júnior e a Joana, disfarçados de tratadores, saíram de casa para o zoo. No entanto, tinham de ser rápidos a trocar os animais antes que os pais acordassem e chegassem os verdadeiros tratadores.

O Gão ficou alerta, vigiando a entrada do zoo. Entretanto, apareceu um tratador para ir trabalhar e, quando viu o Gão em pé, pensou que estava sonâmbulo, a sonhar, e voltou para casa.

Como era o Dia do Animal, os canais de televisão foram noticiar esse dia ao zoo e viram que os tratadores estavam a substituir os animais por robôs. Os repórteres, espantados, entrevistaram-nos:

- O que é que estão a fazer aos animais?

- Estamos a fazer o que deve ser feito. - responderam, decididos, a Joana e o Júnior.

- O quê? - perguntaram os repórteres.

- Devolver os animais ao seu habitat natural!

Os tratadores do zoo e os visitantes, ao ouvirem aquelas palavras, aperceberam-se de que os animais enjaulados viviam muito infelizes e concordaram com a atitude dos meninos.

Em casa, os pais do Júnior e da Joana assistiram a tudo pela televisão, reconheceram os seus filhos e ficaram muito orgulhosos pelo seu comportamento de preocupação ambiental.

Todas as empresas de transportes que viram a notícia ajudaram a devolver os animais às suas terras-natal.

Enquanto assistiam a tudo, o Gão disse para o Júnior e a Joana:

- Tarefa concluída. Qual será a próxima aventura?

 

2.º ano turma B

Colégio da Via-Sacra

Viseu