Visão Júnior

Siga-nos nas redes

Perfil

O botão e a matemática

As aventuras de Júnior&Joana

  • 333

Texto dos alunos do 8.ºA  da EB2,3 José Tagarro, Cartaxo, com a professora Sofia Doutel

Júnior e Joana estavam na primeira semana de aulas e havia uma novidade: tinham uma nova televisão na escola.

Durante o intervalo, Júnior e Joana reparam numa notícia:

"Daqui fala Xavier Repórter com uma notícia de última hora, os investigadores do laboratório científico X desapareceram sem deixar rasto, bem como a sua fórmula ultrassecreta. Esta fórmula devia ser apresentada no Congresso Internacional da Ciência, neste sábado."

Tocou para entrar. Durante a aula, Júnior não prestava atenção, só pensava que tipo de fórmula seria aquela para os investigadores desapareceram.

No sábado, foram fazer um piquenique. Depois foram dar um passeio para fazer melhor a digestão, quando encontraram um homem de bata branca deitado no chão e uma mala fechada a cadeado.

O homem acordou, poucos minutos depois, muito exaltado e a ver se alguém tinha tocado na mala.

Joana muito curiosa perguntou:

- Está tudo bem? O que é que o senhor está a fazer?

- Estou a verificar se a minha fórmula secreta está segura.

- Que fórmula? - indagou Júnior.

- Prometem guardar segredo?

Os dois acenaram que sim com a cabeça.

- Esta é a fórmula ultrassecreta que... venham comigo até ao laboratório, as árvores têm olhos e ouvidos!

Uns minutos depois, chegaram ao laboratório e o investigador explicou como tudo aconteceu.

- Eu e os meus colegas estávamos a trabalhar, quando nos assaltaram, só tive tempo para agarrar na fórmula, correr para a floresta até bater na árvore e adormecer. Agora temos de encontrar os meus colegas. - finalizou o cientista.

Seguidamente, distribuiu umas lupas e começaram a procurar pistas.

Gão, de súbito, ladrou chamando-lhes a atenção para uma pista: era uma pegada e havia mais. Seguiram-nas até uma sala trancada. O cientista pediu à Joana um gancho e abriu a porta. Para espanto de todos estavam lá os seus colegas desaparecidos. Correram para o congresso, apresentaram a fórmula e esta foi muito elogiada, apesar de nunca se ter descoberto quem assaltara o laboratório científico.