Visão Júnior

Siga-nos nas redes

Perfil

As aventuras de Júnior e Joana no aeroporto

As aventuras de Júnior&Joana

  • 333

Trabalho dos alunos do 4ºC da EB1 Quinta das Flores / Agrupamento de Escolas Coimbra Sul - Coimbra com a professora Graça Ferreira

O Júnior e a Joana chegaram ao aeroporto, na companhia dos seus pais com o inseparável Gão.

 - Adoro este sítio! É "extragnífico"!-exclamou o Júnior com um sorriso de orelha a orelha.

- É "fantabulástico"!-disse a Joana com os olhos a brilhar.

- Meninos, sentem aqui. O pai tem de ir pedir informações sobre o transporte do Gão.

 Gão ladrou a agradecer.

 No aeroporto, as pessoas pareciam formiguinhas de um lado para o outro. Naquele lugar morava o mundo e havia sítio para todos: portugueses e chineses e outros terminados em "eses", moçambicanos e angolanos e outros terminados em "anos", espanhóis, brasileiros...

Júnior e Joana observavam a multidão. Quantas aventuras podiam viver num lugar como aquele. A certa altura desataram a rir.

- O que passa?-perguntou a mãe.

Uma explosão de gargalhadas encheu o aeroporto: as arcas frigoríficas vindas de um voo de África abriram e largaram lagostas aos saltos na passadeira.

- Uma vez um senhor passou à frente de toda a gente na fila dos cidadãos da União Europeia com o cartão de identidade escarrapachado na testa. A culpa fora duma funcionária que lhe dissera: "Tem de aguardar porque as pessoas não trazem a nacionalidade escrita na testa."

- Essa história parece uma anedota! -disse o Júnior.

- Entrar num aeroporto é uma aventura fascinante!-acrescentou a Joana.

- Deixem-me contar uma muito ternurenta: um funcionário pediu a um passageiro idoso se o podia revistar e abriu os braços para lhe explicar como devia fazer. O senhor carinhosamente deu-lhe um enorme abraço. -contou o pai que entretanto tinha chegado junto deles.

Uma voz chamou-os para o local de embarque. O entusiasmo era grande. A família deixou o Gão junto dos outros animais. Ele parecia divertido com a situação. Ia começar a primeira viagem de avião do Júnior e da Joana.

No céu, o avião passava entre as nuvens que brincavam às formas, umas pareciam algodão doce, outras lã de uma ovelha. Júnior e Joana adormeceram nos braços dos pais, sonhando com a próxima aventura.

 

Autores: 4ºC da EB1 Quinta das Flores / Agrupamento de Escolas Coimbra Sul - Coimbra

Professora: Graça Ferreira