Visão Júnior

Siga-nos nas redes

Perfil

«Literacia 3Di»: Os conselhos dos campeões

Visão Júnior

Madalena Casal

Não se pode dizer que são os melhores alunos do País, mas são de certeza os campeões em «Literacia 3Di», um concurso criado pela Porto Editora que te vai fazer acreditar que os testes não são uma seca, são só mais um desafio!

Se procurares a palavra Literacia no dicionário vais descobrir que, de uma forma simples, se pode explicar como a capacidade de ler, escrever, perceber e interpretar situações ou problemas. E foi exatamente isto - resolver problemas - que mais de 160 mil miúdos e miúdas tentaram fazer, durante as três eliminatórias do concurso «Literacia 3Di».

Neste concurso participaram estudantes de várias escolas diferentes: foram selecionados 100 finalistas por distrito e, da final, saíram 4 vencedores. As provas foram realizadas nas escolas, através do computador e a final foi na passada sexta-feira, no Pavilhão do Conhecimento, em Lisboa. António Seco, vencedor da prova de Leitura que estuda no 7.º ano, já conhecia o concurso do ano passado: «este ano foi a professora de Português que voltou a falar do assunto e eu aceitei. O mais complicado foram as últimas 5 perguntas, que foram feitas em 3 minutos e meio», conta. «Como ler é um dos meus passatempos preferidos, foi fácil! Nem sou de estudar muito, porque sou muito preguiçoso!»

Já Matilde Augusto, vencedora das provas de Ciências que estuda no 6.º ano, já tinha mesmo participado anteriormente. «Em 2018 ouvi falar do concurso na minha escola. Participei em matemática, cheguei à fase distrital mas não passei. Meti na cabeça que tinha que chegar mais longe e aqui estou!» Ganhou a prova e garante que o segredo é nunca desistir: traçar um objetivo, planear as várias fases e estar atento nas aulas, na sua opinião, é 90% do caminho percorrido.

Gabriela Gomes (8.º ano), vencedora na categoria de Inglês, ficou nervosa com as provas orais, mas tem confiança nos seus conhecimentos. «Não gosto assim tanto de Inglês, mas participei sem medo porque falo com facilidade a língua». E valeu a pena: enquanto os outros vencedores ganharam uma bolsa de 3 mil euros, a Gabriela ganhou a possibilidade de participar num summer camp em Cambridge. Quando a mãe lhe perguntou se preferia o dinheiro ou a viagem, ela garantiu que a viagem: quando chegar à altura de ir para a faculdade quer estudar fora, e este é o primeiro passo para fazer contactos no estrangeiro!

O summer camp é oferecido pela Cambridge Assessment English; os outros vencedores receberam tablets Samsung, três bolsas de estudo no valor de 3 mil euros, oferecidas pelo Montepio e ainda cheques presente da Conselheiros da Visão. Além dos prémios individuais, a escola de cada um dos quatro vencedores receberá um prémio de 5 mil euros. Além disso, todos os finalistas levaram para casa telemóveis novinhos em folha!

Conselhos de campeão

Conhecemos os quatro vencedores, e garantimos-te, não são mais inteligentes que tu! Mas têm alguns truques na escola, que partilham agora contigo:

Rodrigo Ribeiro, 5º ano, vencedor na categoria de Matemática: «Estar muito atento nas aulas é o meu segredo. Se alguém me chateia eu ignoro! Depois em casa não preciso de estudar tanto»
1 / 4

Rodrigo Ribeiro, 5º ano, vencedor na categoria de Matemática: «Estar muito atento nas aulas é o meu segredo. Se alguém me chateia eu ignoro! Depois em casa não preciso de estudar tanto»

Madalena Casal

Matilde Augusto, 6º ano, vencedora na categoria de Ciência: «Esforcem-se, porque com esforço tudo é possível! Quando não se tem a certeza, pede-se ajuda. É muito importante ficar esclarecido e tirar todas as dúvidas.»
2 / 4

Matilde Augusto, 6º ano, vencedora na categoria de Ciência: «Esforcem-se, porque com esforço tudo é possível! Quando não se tem a certeza, pede-se ajuda. É muito importante ficar esclarecido e tirar todas as dúvidas.»

Divulgacao

António Seco, 7º ano, vencedor na categoria de Leitura: «Acho que não se deve ter medo de arriscar, principalmente. Os testes são só desafios a ultrapassar. Para além disso, é a ler que consolido a aprendizagem, é assim que faço o ponto de ligação entre as matérias. Mas nem estudo muito, juro! Sou muito preguiçoso!»
3 / 4

António Seco, 7º ano, vencedor na categoria de Leitura: «Acho que não se deve ter medo de arriscar, principalmente. Os testes são só desafios a ultrapassar. Para além disso, é a ler que consolido a aprendizagem, é assim que faço o ponto de ligação entre as matérias. Mas nem estudo muito, juro! Sou muito preguiçoso!»

Madalena Casal

Gabriela Gomes, 8º ano, vencedora na categoria de Inglês: «Não costumo precisar de fazer muita coisa em casa porque presto atenção às aulas. Por isso o meu conselho é esse: ouvir os professores!»
4 / 4

Gabriela Gomes, 8º ano, vencedora na categoria de Inglês: «Não costumo precisar de fazer muita coisa em casa porque presto atenção às aulas. Por isso o meu conselho é esse: ouvir os professores!»

Madalena Casal