Visão Júnior

Siga-nos nas redes

Perfil

Aventuras no Espaço: à procura de extra-terrestres

Visão Júnior

Será que existem outros seres vivos no Universo além de nós? Se existirem, onde podem viver? Eis duas perguntas que vão ser respondidas na próxima sessão do IAstro Júnior, a 4 de maio, sábado, no Planetário do Porto. Podes assistir com os teus pais e amigos, é grátis! Só precisam de se inscrever

Com certeza que já te aconteceu teres pensado, ao olhar para o céu numa noite estrelada, se em algum daqueles pontinhos luminosos que vês haverá alguma forma de vida. Se calhar até conheces pessoas que acreditam na existência de extra-terrestres e outras que dizem que viram objetos a voar que deviam ser naves espaciais de outros planetas, ou seja, ovnis (iniciais de objeto voador não identificado).

Pois é sobre tudo isso que três cientistas que estudam o assunto te vão falar, no dia 4 de maio, sábado, no Planetário do Porto, em mais uma sessão do IAstro Júnior, uma iniciativa conjunta da VISÃO Júnior e do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço. Daniel Folha, João Faria e Luísa Serrano vão explicar, numa linguagem simples e acessível a pessoas entre os 7 e os 12 anos, o que a ciência já descobriu sobre este assunto.

Esta sessão para famílias é gratuita. Tem a duração de aproximadamente uma hora, com três apresentações curtas. No final, poderás colocar as perguntas que quiseres aos investigadores.

Para assistir, basta pedires a um adulto para se inscrever, clicando aqui. Cada pessoa pode reservar lugar para um máximo de 7 amigos e familiares. Depois, receberá um email, e terá de responder confirmando a presença. Os bilhetes serão levantados no próprio dia, antes da sessão.

Quando: 4 de maio, sábado, 17h30

Onde: Planetário do Porto - Centro Ciência Viva (Rua das Estrelas, Porto)

Tema: Aventuras no Espaço: à procura de extra-terrestres

Entrada livre. Inscrições aqui

Os investigadores

Daniel Folha

Comecei a gostar de Astronomia ainda em criança e sempre me fascinaram aqueles pontinhos brilhantes que via no céu, à noite: as estrelas! A certa altura decidi que queria ser Astrónomo! :) Estudei Física e Matemática Aplicada (ramo Astronomia) na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto. Depois fiz Mestrado em Astrofísica e logo a seguir doutoramento no Queen Mary and Westfield College da Universidade de Londres, no Reino Unido.

Investiguei o comportamento de estrelas muito jovens, semelhantes ao que foi o Sol quando se formou. Ensino Física a estudantes de diversos cursos da área das Ciências da Saúde e da Vida, no Instituto Universitário de Ciências da Saúde - CESPU. Sou comunicador de ciência no Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço e no Planetário do Porto - Centro Ciência Viva, onde trabalho também para que este espaço de divulgação científica e de promoção da cultura científica e tecnológica possa prestar um bom serviço a todos os que nos procuram.

João Faria

Tirei a licenciatura em Física na Universidade de Lisboa e depois mudei-me para o Porto, onde fiz o mestrado e o doutoramento em Astronomia. Desde aí tenho andado à procura de planetas fora do Sistema Solar, e a estudar as suas estrelas. Gosto de resolver problemas, muitas vezes com a ajuda de computadores. Mas a minha principal motivação para ser cientista é a descoberta de coisas novas, fenómenos que nunca ninguém viu ou que ainda não são compreendidos.

Luísa Serrano

Trabalhar no campo dos planetas e encontrar vida extraterrestre foi o meu sonho desde que era pequenina. Por isso, tinha o hábito de ler todos os artigos de divulgação sobre os planetas do Sistema Solar e sobre a missão Kepler da NASA, com a qual o número de exoplanetas conhecidos aumentou para muito mais de mil. Para realizar o meu sonho, estudei Física na Universidade de Trieste, em Itália, e fiz uma tese de licenciatura em Astrobiologia, a ciência que estuda como a vida poderia aparecer fora do nosso sistema terrestre. Na mesma universidade fiz o mestrado em Astrofísica. Depois, em 2015, mudei-me para o Porto para fazer o meu doutoramento em Astronomia, sobre a atividade estelar que pode ser um obstáculo na descoberta e descrição de exoplanetas. Ainda não concluí o meu percurso para me declarar cientista, mas já me sinto envolvida neste trabalho que oferece continuamente surpresas e resultados inesperados no estudo de qualquer nova estrela ou planeta.

  • Aventuras no Espaço!

    Visão Júnior

    Queres saber como é que um dia poderemos viajar até um planeta distante? Ou descobrir os mistérios de Vénus, o planeta mais quente do sistema solar? Ou que segredos tem Titã? As sessões gratuitas do IAstro Júnior estão de regresso, e a primeira é já no próximo sábado, 16, no Planetário de Lisboa. Inscreve-te e traz a tua família!

  • Como se formam as galáxias?

    Visão Júnior

    Numa sessão no Planetário de Lisboa, no sábado da próxima semana, 17 de março, vais poder viajar pelo espaço, guiado por três investigadores do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço, e descobrir alguns dos seus mistérios. Para assistires, basta inscreveres-te! É grátis