Visão Júnior

Siga-nos nas redes

Perfil

O plástico descartável vai desaparecer dos supermercados europeus

Visão Júnior

ChakriPixmaker

Até 2021, será proibido vender artigos como palhinhas de plástico, cotonetes ou louça descartável

O Parlamento Europeu aprovou na passada quarta-feira uma nova lei comunitária que vai proibir a venda de produtos de plástico descartáveis em toda a União Europeia.

A partir de 2021, vão existir novas regras: desde que existam alternativas para certos produtos de plástico descartáveis, como pratos, talheres, cotonetes, palhinhas, agitadores para bebidas ou varas para balões, estes produtos passam a ser proibidos.

Os Estados-membros terão também de garantir a recolha seletiva de pelo menos 90% das garrafas de plástico até 2029 e em 2030 todas as garrafas de plástico terão de respeitar um objetivo de, pelo menos, 30% de material reciclado.

As toalhitas húmidas terão de ter uma marcação na embalagem para informar os consumidores da presença de plástico e dos danos causados ao ambiente se não forem deitados devidamente no lixo, e o mesmo vai passar a acontecer com os produtos do tabaco que dispõem de filtros que contêm plástico. Os produtos de plástico descartáveis incluídos na diretiva europeia representam cerca de 70% do lixo marítimo.

Com Lusa