Visão Júnior

Siga-nos nas redes

Perfil

Dia Mundial da Alimentação!

Visão Júnior

  • 333

No dia 16 de outubro celebra-se o Dia Mundial da Alimentação! A VISÃO Júnior não quer que te falte nada e explica-te como deve ser uma dieta saudável e equilibrada para a tua idade!

Foi no dia 16 de outubro de 1945 que a Organização das Nações Unidas (aquela organização que reúne todos os países do mundo, para promover a cooperação entre os povos) fundou um grupo especial dedicado à Alimentação e à Agricultura.

Por esse motivo, é essa a data escolhida, desde 1979, para celebrar o Dia Mundial da Alimentação. O objetivo é alertar para a fome e desnutrição que ainda existem em muitas partes do mundo e, em especial, ajudar os países em desenvolvimento (aqueles que são mais pobres) a obter os recursos económicos e técnicos (ou seja, o dinheiro e as máquinas) necessários para conseguirem produzir a sua comida.

Estima-se que, até ao ano de 2050 a produção de alimentos tenha de aumentar 60% para conseguir acompanhar o crescimento da população mundial. E, no entanto, todos os dias deitamos fora imensa comida que poderia ser aproveitada. Sabias que um terço da comida produzida no mundo é desperdiçada?

Cabe às fábricas e empresas escoar os alimentos que não vendem, dando-os a quem precisa deles (e até já existem associações que ajudam a fazer este trabalho) e também a todos nós, em casa, a comprar e cozinhar apenas aquilo de que precisamos e a reaproveitar os restos para novas refeições - aquele frango assado que não acabaste ontem ao jantar, ficava delicioso desfiado num prato de massa com legumes hoje ao almoço, não achas?

Aprender a comer bem!

E porque além de ajudar o mundo, também é importante ajudares-te a ti mesmo, tu próprio podes fazer opções saudáveis e sustentáveis no momento de decidir o que vais comer, todos os dias!

A dieta mediterrânica (que é o regime alimentar tradicional dos países da zona do Mediterrâneo, como Portugal) é considerada uma das mais saudáveis do mundo. E até ajuda a combater o risco de obesidade, doenças cardiovasculares, diabetes e alguns tipos de cancro!

Por isso, é a base perfeita para te guiares na tua alimentação diária: muitos alimentos de origem vegetal, muito peixe, pouca carne vermelha (que é a carne de animais como a vaca ou o porco; é preferível comer carnes brancas, a carne de aves como o frango ou o perú), alguns laticínios (o leite e os alimentos que dele derivam, como o queijo ou os iogurtes) e a utilização do azeite como principal fonte de gordura.

De certeza que já conheces a roda dos alimentos, onde isto está tudo explicadinho, mas então e no dia a dia? Quando tens de preparar o teu lanche, sabes aplicar o que a roda indica?

A VISÃO Júnior dá-te uma ajudinha e indica-te quais as porções de cada elemento da roda dos alimentos indicadas para a tua idade

Dos 6 aos 12 anos:

Hidratos de Carbono (cereais e derivados e tubérculos): 5 porções por dia

Hortícolas: 3 porções por dia

Fruta: 3 porções por dia

Laticínios: 3 porções por dia

Proteínas (carne,peixe e ovos): 2 porções por dia

Leguminosas: 1 porção por dia

Óleos e gorduras: 1 porção por dia

Dos 13 aos 16 anos:

Hidratos de Carbono (cereais e derivados e tubérculos) - 6 porções por dia

Hortícolas (legumes): 5 porções por dia

Fruta: 4 porções por dia

Laticínios (leite, iogurtes e queijo): 3 porções por dia

Proteínas (carne, peixe, e ovos): 2 porções por dia

Leguminosas (feijão, grão-de-bico): 1 porção por dia

Óleos e gorduras: 1 porção por dia

Como se mede uma porção?

Uma porção pode ser diferente, conforme o tipo de alimento de que estamos a falar.

Se forem os hidratos de carbono, pode ser o equivalente a uma fatia de pão, a uma batata inteira, cinco colheres de cereais ao pequeno almoço, quatro colheres de arroz ou massa e seis bolachas maria.

Se estivermos a falar de produtos hortícolas, geralmente equivale a uma chavéna cheia deles e, se for de fruta, a uma peça de fruta.

No que toca aos laticínios, uma porção pode ser uma caneca de leite, um iogurte ou duas fatias de queijo, e, quanto às proteínas, equivale a um ovo ou a cerca de 25 gramas de carne ou peixe.

Já nas leguminosas, equivale a cerca de três colheres cheias delas e, por fim, nas gorduras, basta uma colher de azeite ou uma colher pequenina (daquelas que usas para a sobremesa) de manteiga ou margarina.

Mas atenção: as necessidades nutricionais não variam só com a idade - o sexo e o nível de atividade física também são fatores determinantes (geralmente, os rapazes e quem pratica mais exercício precisam de ingerir uma maior carga calórica)!