Visão Verde

Siga-nos nas redes

Perfil

Verde: a enorme riqueza

Visão Verde

  • 333

Flamingos no Estuário do Sado.

Luís Quinta

A edição especial anual, dedicada ao ambiente e desenvolvimento sustentável, estará nas bancas na próxima quinta-feira, 25 de Outubro

Temos, para a semana, mais uma edição especial, anual, da sempre muito aguardada VISÃO Verde, desta vez dedicada à enorme riqueza natural de que Portugal goza, e que pode explorar, e ao nosso grande potencial de crescimento económico baseado no conhecimento tecnológico e de gestão de que já hoje dispomos e nos coloca (ainda) no grupo dos países mais desenvolvidos, em termos de economia verde.



As edições especiais VISÃO Verde são um dos pilares essenciais da política editorial da VISÃO, um compromisso com a defesa e promoção dos valores da sustentabilidade ambiental, económica e social e a tradução de uma crença clara na necessidade de o mundo mudar de paradigma de crescimento.



Promover a adoção de políticas e de comportamentos sustentáveis é não só, e no limite, dar uma oportunidade de sobrevivência ao Planeta e ao Homem, como é também, no curto prazo, fazer os possíveis por travar um processo de degradação dos ecossistemas que acabará por ter efeitos devastadores a nível das alterações climáticas, da economia global e da vida política e social, tal como hoje a conhecemos, à escala local, regional e mundial.



Portugal, facto de que muitas vezes não temos consciência, é um dos países da Europa com maior biodiversidade. Em terra, no ar ou no mar, temos a felicidade de sermos riquíssimos em variedade e importância das espécies que habitam ou cruzam o nosso espaço territorial. Do maior peixe ao maior mamífero dos mares do mundo, das mais corpulentas às mais pequenas aves que voam através do Velho Continente, passando pelos mais diversos animais que são raridades mundiais, temos de tudo um pouco. Um mundo maravilhoso que lhe vamos mostrar, numa reportagem muito especial.



Mas temos também condições únicas no mundo para usarmos uma das maiores riquezas de todos os tempos: a energia renovável, fonte primária de criação de bem-estar, produzida a partir do vento, do sol, da água dos rios e dos mares.



Ao clima invejável com que fomos bafejados pela sorte junta-se, também, a capacidade tecnológica que nos coloca ao nível do que de melhor há no campo das energias renováveis, seja a hídrica, a eólica, a solar (térmica e fotovoltaica) seja a cinética (do movimento). E dispomos ainda de um dos grupos nacionais de empresas com melhores desempenhos no que respeita às políticas de sustentabilidade. Pelo que, além das condições naturais do País e da tecnologia, contamos com uma forte capacidade de gestão, instalada nas principais empresas nacionais, que é sensível e que, em muitos casos, se pauta pelas regras da gestão sustentável, não só económica e social mas também ambiental.



É a este mundo que o queremos levar na nossa próxima edição. Um mundo de futuro e de esperança. Um mundo onde, apesar de todas as crises, Portugal continua a ser extremamente rico e competitivo.