Caracas, 08 ago (Lusa) - O governo da Venezuela está a construir, com o apoio de uma empresa de portugueses radicados em Caracas, um mausoléu para os restos mortais de Simón Bolívar, em desenvolvimento há 14 meses, disse hoje um ministro venezuelano.

"É uma obra de 54 metros de altura. Tem uma estrutura em aço desenhada na Venezuela. O trabalho de toda a estrutura de aço foi feita por uma empresa metalúrgica portuguesa, que se chama Felirca, com um programa muito avançado, com muitíssimas peças e mais de 60 mil parafusos colocados à mão", disse o ministro de Estado para a Transformação de Caracas, Farruco Sesto.

O ministro, que dirige também o gabinete presidencial de planos e programas especiais venzuelanos, falava à agência Lusa à margem de um encontro com o cônsul-geral de Portugal em Caracas, Paulos Santos, durante o qual deu a conhecer os avanços da obra, cujos detalhes finais estão a ser otimizados.