Caracas, 12 ago (EFE) - O Presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse no sábado que não insulta o seu principal rival às eleições presidenciais, quando chama burguês, fascista e representante dos banqueiros corruptos ao candidato da oposição Henrique Capriles.

"Ofende-se porque lhe digo isto (...), disse-me para respeitar a sua família. Eu não estou a desrespeitar a sua família. Todo o meu respeito para ela. O que é certo é que a sua família é burguesa, mas com isso não estou mentindo nem desrespeitando-o", disse aos jornalistas antes de um ato eleitoral em Táchira, estado que faz fronteira com a Colômbia.

Perante a insistência de Chávez em chamá-lo fascista, Henrique Capriles recordou esta semana que provém de uma família europeia, cujos vários membros foram vítimas do fascismo e nazismo durante a II Guerra Mundial, e pediu especial respeito para uma das suas avós que foi prisioneira de um campo de concentração.