A simpatia do ex-advogado e agora chefe de cozinha Marco Leyva, e de Julio Coz, também cozinheiro, conquistou-nos logo à entrada. Em poucos minutos começamos a gostar do país de origem dos dois peruanos, da gastronomia e da bebida pisco.

Mas para se perceber melhor esta afirmação, é preciso acrescentar uma informação importante, a abertura recente do restaurante peruano Qosqo, na Rua dos Bacalhoeiros, em Lisboa, e os nomes Gabriela Ruiz e José Araújo, sócios de Marco neste novo projeto.

Sobre a cozinha que servem, o "porta-voz" Marco diz que "é mais virada para a costa peruana ", apesar de estarmos a falar de um país cheio de contrastes, com mar, serra e zonas altas, que utiliza muitos cítricos, com uma grande variedade de produtos e sabores.

Por isso, nesta casa, não podia faltar o ceviche, uma sugestão fresca para o verão, à base de cubos de corvina (no Peru utilizam mais o linguado), marinada em sumo de lima, ao qual é acrescentado cebola roxa, sal e ají limo (uma espécie de malagueta) ou milho e batata-doce, se gostar.

Empanadas, papa rellena (bolas de puré de batata recheada com carne), são outras iguarias peruanas que fazem parte da ementa, que podem ser acompanhadas pela cerveja cusqueña ou um refrescante pisco, uma aguardente de uva, à qual pode acrescentar sumo de lima, xarope de cana-de-açúcar e clara de ovo. Irresistível.



QOSQO
R. dos Bacalhoeiros, 26A
T. 21 886 8061
Seg-Sáb 12h-24h