O novo Código do Trabalho entrou em vigor no dia 1 de agosto com várias novidades, como a redução para metade do valor pago pelas horas extraordinárias e a redução do número de feriados e dias de férias. Um banco de horas individual e grupal e o fim do direito ao descanso compensatório em dias de trabalho extraordinários são outras das alterações mais polémicas.

A VISÃO quer ajudar os leitores a saber o que mudou nas leis laborais. Se tem dúvidas, envie-nos as suas perguntas para o e-mail visao@impresa.pt , até às 14h00 de segunda-feira, 6.

 As mais revelantes serão respondidas na revista que vai para as bancas na próxima semana.