Paris, 17 ago (Lusa) - O novo mediador da ONU e da Liga Árabe para a Síria, Lakhdar Brahimi, admitiu hoje estar pouco confiante no fim do conflito no país.

Questionado na televisão francesa France 24 se estava confiante na possibilidade de pôr termo à guerra na Síria, o antigo ministro dos Negócios Estrangeiros argelino, de 78 anos, cuja escolha foi hoje anunciada, respondeu: "Não, não estou".

O sucessor de Kofi Annan, o enviado que se demitiu a 02 de agosto do cargo alegando falta de apoio internacional, comprometeu-se, no entanto, em "fazer tudo o que for possível" para resolver a crise síria.