Beirute, 08 ago (Lusa) -- Pelo menos 82 pessoas foram mortas hoje na Síria, onde se registaram violentos combates em Alepo, segunda cidade do país, e em outras regiões do território, disse o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

De acordo com aquela organização não-governamental, pelo menos 33 pessoas -- nove rebeldes, 10 soldados e 14 civis -- morreram em Alepo, onde violentos combates entre as forças do regime de Damasco e os rebeldes do exército livre sírio prosseguem no bairro de Salaheddine.

"As forças do regime sofreram severas perdas durante estes combates, os rebeldes mostraram uma resistência feroz", indicou o OSDH, que mantém contacto com um grupo de ativistas e de testemunhas que estão nesta cidade.