Moscovo, 16 jul (Lusa) - O ministro russo dos Negócios Estrangeiros, Serguei Lavrov, acusou hoje o ocidente de fazer chantagem com a Rússia no que respeita à situação na Síria.

"Para nossa grande tristeza, detetamos elementos de chantagem. Dizem-nos que, se nós não apoiarmos a aprovação da resolução [do CS da ONU] sobre o capítulo 7 da Carta da ONU, eles recusar-se-ão a prolongar o mandato da missão de observadores na Síria", declarou Lavrov numa conferência de imprensa realizada antes de encontro previsto para hoje em Moscovo com o enviado internacional para a Síria, Kofi Annan.

O ministro sublinhou que Moscovo considera essa abordagem "absolutamente contraproducente e perigosa, porque é inadmissível utilizar os observadores como moeda de troca".