O melhor jogador do mundo provou não saber lidar bem com o sentimento de 'rejeição'. Habituado a ser o predilecto do seu treinador, Alex Ferguson, Cristiano Ronaldo já protagonizou, por diversas vezes, cenas menos bonitas quando é substituido. Mas, no passado domingo, os colegas do internacional português acham que este foi longe de mais.

A cara que Ronaldo fez ao saber, pela boca do seu técnico, que ia ser substituido antevia o que se ia passar a seguir... uma série de atitudes menos felizes pela parte do jogador.

Ronaldo não se conformou em sair, depois de ter marcado um dos dois golos que garantiram a vitória dos 'red devils' frente ao Manchester City e, enquanto se dirigia para o banco, não se cansou de refilar e acenar com a cabeça.

O tablóide The Sun avança que o craque português só admitiu o erro depois de ter sido fortemente criticado pelos seus colegas de equipa, quando já se encontrava nos balneários.