Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Portugal e a guerra civil de Espanha

Visão História

  • 333

Já está nas bancas mais um número da VISÃO História, dedicado às múltiplas ligações do nosso país a Espanha no período entre 1936 e 1939. Conheça o sumário desta edição

Se a quiser comprar e não a encontrar na banca, ou se for assinante da VISÃO, pode encomendá-la através do telefone 707 200 350 ou em www.assineja.pt

Sumário

Imagens 4

Cronologia: Quatro anos no inferno

Antecedentes: cem anos de confusão

Para compreender bem a tragédia de 1936-1939, é conveniente adquirir um bilhete de ida e volta na cápsula do tempo, até à época fundadora do "nosso mundo"

Perfil: Francisco Franco, o cuco da guerra civil

Como é que um obscuro cadete sem carisma chega a generalíssimo e caudilho? A incrível história de el Franquito, de 251.º classificado da Academia de Infantatia de Toledo a primeiro general do seu curso. Quem era e o que o movia? 

Casas Viejas, um massacre premonitório

A brutalidade da repressão republicana aos anarquistas numa aldeia andaluza anunciou a condenação a prazo da democracia espanhola

Um Camarate há 76 anos

Ao partir do exílio português para chefiar a sublevação espanhola, o general Sanjurjo morreu na queda de um pequeno avião junto ao Guincho, em Cascais

Mapa: Espanha a ferro e fogo

O atear das chamas

Os militantes golpistas da extrema-direita não contaram com a resistência governamental e popular, e o que era para ser um pronunciamento iria transformar-se numa longa e dura guerra

Cronograma: os partidos e os líderes 

O enigma da morte de Garcia Lorca

O célebre poeta foi assassinado no primeiro mês de guerra, em circunstâncias nunca bem apuradas

A dimensão internacional

A política de não intervenção protagonizada por Paris e Londres foi uma ajuda aos "nacionalistas" espanhóis, quase tão preciosa como o apoio material das potências fascistas 

A Babel espanhola

De todo o mundo acorreram voluntários prontos a morrerem pela República e pela democracia, contra a ameaça do fascismo. Constituíram as famosas Brigadas Internacionais 

Os canhões da Meseta

Madrid resistia ainda e sempre, como a aldeia gaulesa. Tornava-se inevitável uma longa e sangrenta guerra, com a participação de forças estrangeiras e o entusiasmo arrebatado de fações opostas em todo o mundo

Dolores Ibárruri, a mulher de negro

Virgilio Peña Cordoba, um herói do século XX

Hoje quase centenário, um andaluz de Córdoba recorda a sua vida aventurosa na defesa da República, no duro exílio na França ocupada e nos horrores do campo nazi de Buchenwald

A cumplicidade de Salazar

O ditador português, que se revelaria uma ajuda decisiva à vitória das tropas franquistas, estava ao corrente da conspiração que aniquilou a República Espanhola 

A aventura dos 'Viriatos'

Milhares de portugueses combateram integrados nas forças franquistas. Muitos morreram, muitos outros escaparam à morte e foram louvados, mas todos viveram aventuras impressionantes

A rádio 'de Franco'

Fundada pelo mentor dos 'Viritatos' e da Legião Portuguesa, o Rádio Clube Português chamou a si a propaganda franquista

Os portugueses que lutaram pela República

A República espanhola proporcionou à oposição portuguesa uma base de operações, mas o pronunciamento militar levou anarquistas, comunistas e republicanos emigrados a pegarem em armas contra os sublevados 

Combatente da liberdade

Entre as muitas lutas travadas por Emídio Guerreiro, fundador do PPD-PSD, conta-se a passagem pelas Brigadas Internacionais, na frente catalã

Refugiados: o caso singular de Barrancos

Em setembro de 1936 são criados dois campos no Alentejo onde se concentram centenas de espanhóis que escapam ao fuzilamento. Mas o habitual era a sua entrega na fronteira

Morte e esquecimento na raia

Separados por um rio, minhotos e galegos têm partilhado dores, mortos e um silêncio pautado pelo desejo de apagar da memória uma das épocas mais duras da história recente da região

Entrevista: "Quem tinha medo vivia mal"

O testemunho cru de um contrabandista que foi preso pelos falangistas aos 11 anos e viveu os horrores da guerra na zona fronteiriça entre o Minho e a Galiza 

Imprensa, o exército das letras

Mais de 30 enviados especiais, fretamento de aviões e alguns furos mundiais fazem a história da imprensa portuguesa durante o conflito. Mas o jornalismo vergou-se a Salazar e a Franco - como nunca o fizera

Guernica, história de um exílio

Viveu albergado em Nova Iorque, viajou por quase todo o mundo. Tornou-se de tal forma um manifesto contra o franquismo que a Espanha só pôde vê-lo quase meio século depois de pintado

A caneta e a espingarda

Famosos escritores de várias nacionalidades acompanharam a guerra espanhola e deixaram a sua experiência plasmada em obras referenciais

Literatura: do lado de cá

Quando Garcia Lorca tombou, assassinado, os portugueses transformaram versos em munição. O rastilho da guerra vizinha acendeu-se, então, na poesia portuguesa. Só anos depois, deflagraria na prosa 

Fotografia: demasiado perto?

Rober Capa, Gerda Taro e David Seymour (Chim) assinaram não só as mais meoráveis imagens de guerra como criaram o conceito de "reportagem fotográfica". Retratando emoções, pretendiam não apenas informar mas convencer o mundo a lutar contra o fascismo. As câmaras foram as suas armas

A guerra em números

Números    98