Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Centena e meia de portugueses combateram no Exército de Hitler

Visão História

  • 333

Na edição que chega esta quinta-feira às bancas, a VISÃO História identifica os voluntários portugueses que combateram, comprovadamente, por Hitler na frente russa

Na sua mais recente edição (n.º 21, Setembro de 2013), a VISÃO História identifica 159 voluntários portugueses que combateram, comprovadamente, por Hitler na frente russa. Mais de centena e meia de compatriotas nossos participaram naquela que foi a maior operação militar de todos os tempos: a invasão da União Soviética pelas forças da Alemanha nazi, lançada no verão de 1941.

Nascidos entre o Minho e o Algarve, estes homens foram permeáveis ao ambiente político de uma época favorável aos regimes ditatoriais, mas também se alistaram aventureiros e mercenários para tomar parte na "cruzada antibolchevique" apregoada pelos fascismos.

É dessa participação ativa de portugueses num dos principais teatros de operações da Segunda Guerra Mundial, que em fevereiro foi capa na edição de linha da VISÃO e que tem sido praticamente ignorada pela historiografia portuguesa, que aqui damos conta. Identificam-se os homens pelos seus nomes e dão-se rostos concretos a inúmeras histórias, numa reconstituição que só foi possível graças ao laborioso trabalho - quatro anos de investigação em dezenas de arquivos internacionais - levado a cabo por Ricardo Silva, mestre em História Contemporânea pela Universidade Nova de Lisboa e autor da tese Portugueses na Wehrmacht. Os voluntários da Divisão Azul (1941-1944).