Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

VISÃO História: O trabalho ao longo dos tempos

Visão História

Chega esta semana às bancas um número da VISÃO História que traça a forma como o trabalho foi encarado e vivido desde a Antiguidade até aos nossos dias. Da escravatura à globalização, o que mudou no mundo

Antiguidade, ferramentas de carne e osso

Com os seus múltiplos horrores, a escravatura foi uma instituição básica da Antiguidade. Sem ela, toda a História humana teria sido escrita de forma diferente

Por Luís Almeida Martins

Idade Média, de servos a trabalhadores

Sensivelmente entre o ano 1000 e 1500, o estatuto laboral evoluiu na Europa, havendo contudo a assinalar os casos particulares da Península Ibérica e da Europa de Leste

Por António Castro Henriques

A penitência redentora

Entrevista com o historiador Jacques Le Goff, medievalista francês autor do livro ‘Os Intelecturais na Idade Média’

Escravatura, o infame comércio

Entre os séculos XV e XVIII, 13 milhões de pessoas foram transferidas à força de uma para a outra margem do Atlântico. Iriam, na sua maioria, garantir, em regime de trabalho forçado, a produção das plantações do continente africano

Por Arlindo Manuel Caldeira

De Angola para a América, à força

Muitos dos escravos que trabalhavam nas plantações norte-americanas eram originários das colónias portuguesas

Por Ricardo Silva

Nem tudo o vento levou

Duas facetas da América entraram em confronto no século XIX: a dos horrores da escravatura e a de uma sociedade esclavagista romantizada

Por Luís Almeida Martins

A segunda escravatura

De todos os países europeus que tiveram colónias em África, Portugal foi o que recorreu em maior quantidade e durante mais tempo ao trabalho forçado

Por Emília Caetano

O trabalho e os ‘espíritos do capitalismo’

Como conciliar a ‘legitimidade’ capitalista calvinista com a justiça laboral? O diálogo entre o ‘velho’ e o ‘novo’

Por Hermes Augusto Costa

As raízes da Revolução Industrial

A grande mudança no mundo da produção e do trabalho ocorreu na Inglaterra do século XVIII. Só poderia ter sido lai. Vejamos porquê

Por Pedro Lains

Marx e o trabalho, origem de todas as coisas

Todo o mundo das relações sociais e da própria essência do homem foi repensado depois da obra do filósofo alemão, que não nasceu, porém, do nada

Por Francisco Louçã

Os mártires de Chicago

As oito horas de trabalho pareciam em vias de se cumprir em 1886, naqueles dias de greve e manifestações, quando tudo mudou com uma bomba arremessada contra a polícia

Por João Pacheco

O homem na engrenagem

A organização do trabalho tornou-se uma ciência dentro das fábricas e a palavra «produtividade» uma estrela da constelação capitalista. Dos tempos artesanais à linha de montagem, esta é a história de como o trabalho do homem se adequou à máquina

Por Alexandra Correia

Os anos de chumbo

A dupla Reagen-Thatcher dominou a cena política internacional da década de 1980. E produziu no movimento sindical um rombo de que ainda não recuperou totalmente

Por Emília Caetano

As doenças laborais

Trabalhar fará mal à saúde de muitos, pelo menos desde que existe trabalho. Bastante mais recente é a noção de que há doenças causadas pelo trabalho

Por João Pacheco

Portugal: contra o capital, parar!

Os sindicatos chegaram a Portugal mais tarde do que a outros países da Europa. Mas também aqui organizaram um proletariado crescente, mediram forças com regimes, animaram revoluções. As greves foram um direito que os trabalhadores defenderam energicamente. Nalgumas ocasiões, à bomba

Por Emília Caetano

Covilhã contestária

No inverno de 1941, operários da Covilhã e Tortosendo dão o primeiro sinal de uma grave crise social no Estado Novo

Por Rita Montez

Estado Novo: Corporativismo, a alegria no trabalho

O corporativismo salazarista visava garantir o consenso entre o capital e trabalho sub tutela estatal, à luz de um conservadorismo que apelava à disciplina na economia e na sociedade

Por Elísio Estanque

Quando o ‘Estado’ era a CUF

No tempo em que o Estado social era uma miragem, o patrão tomava conta de quem trabalhava nas fábricas e habitava nos bairros erguidos em seu redor. No Barreiro, Alfredo da Silva construiu asas, escolas e unidades de saúde que fizeram da CUF um caso único. Mas não evitou as greves nem os confrontos operários

Por Clara Teixeira

Revolta em Aljustrel

Em 1960, um turno de mineiros paralisou o trabalho, solidarizando-se com 12 companheiros despedidos. Ficaram no fundo da mina 33 horas sem água nem comida. Dos 120 homens presos pela PIDE, 14 passaram um ano em Caxias

Por Francisco Galope

Trabalhadores, ontem e hoje

As mulheres portuguesas representam uma importante fatia da população ativa desde o século XIX

Por Isabel Nery

Opinião: Raquel Varela

O tempo da precariedade

Trabalhar na aldeia global

Com a globalização e a internet veio uma nova revolução – as empresas deslocalizam-se, subcontratam e flexibilizam os vínculos com os trabalhadores. O «trabalho para a vida» passou à história. E os empregados tornaram-se «parceiros comerciais»

Por Alexandra Correia

Para acabar de vez com o trabalho

Há quem não veja no trabalho nem um direito nem um dever, antes um conceito que, para bem da humanidade, já não deveria ter tanta força

Por Pedro Dias de Almeida

Saudades do futuro

No século XXI, o sonho de uma vida dedicada ao lazer, como prometiam tecnologias e sindicatos, iria tornar-se realidade. Mas a natureza humana trocou-nos as voltas

Por Teresa Campos