O ministro-adjunto e dos Assuntos Parlamentares negou hoje qualquer intervenção sua ou do ministro da Administração Interna no caso da eventual cedência de imagens da RTP, que levou à demissão do diretor de informação do canal.

Durante a conferência de imprensa sobre as conclusões do Conselho de Ministros, a comunicação social perguntou a Miguel Relvas se tinha havido algum pedido ou ordem sua ou do ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, à RTP para a entrega de imagens à Polícia de Segurança Pública (PSP).

"Nem eu nem o senhor ministro da Administração Interna tivemos qualquer intervenção nesse processo", respondeu o ministro.

ERC quer "saber exatamente o que se passou"

O presidente da Entidade Reguladora da Comunicação Social, Carlos Magno, quer "saber exatamente o que se passou" no caso do alegado envio de imagens da RTP para fora da estação, seguindo o caso "sem se envolver", pelo menos para já.

O presidente da Entidade Reguladora para a Comunicação Social, Carlos Magno, falou ontem com o presidente do conselho de administração (CA) da RTP, Alberto da Ponte, e esta manhã com o diretor de Informação (DI) demissionário, Nuno Santos, de quem quis saber "exatamente o que se passou", disse à Lusa Carlos Magno.

O presidente do regulador sublinha, porém, que a ERC, nesta fase, está a seguir o caso "sem se envolver".