Lisboa, 06 dez (Lusa) - A Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP) considerou hoje que o Governo "discriminou mais uma vez negativamente" os polícias e "menospreza" a carreira destes profissionais ao promover militares da GNR.

O Diário da Republica publica hoje a promoção de mais de 100 militares da GNR, dos quais 60 passaram de sargento-mor para saragento-chefe e 44 de tenente-coronel para coronel.

Segundo o Diário da República, para as promoções destes militares da GNR conta a antiguidade e os vencimentos, com os respetivos retroativos.