Pequim, 04 jul (Lusa) - O ministro de Estados e dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Paulo Portas, disse hoje que o investimento chinês em Portugal é um "processo potenciador de forte cooperaçao económica" suscetível de ser capitalizado também pelas pequenas e médias empresas.

"É hora de sabermos aproveitar o que essas parcerias podem potenciar e o caminho que podem abrir às pequenas e médias empresas portuguesas, competitivas e ambiciosas", disse Paulo Portas na abertura de um seminário económico China-Portugal, em Pequim.

O ministro português referia-se à entrada da China Three Gorges e da State Grid no capital da Edp e da Ren, respetivamente, e à parceria no Brasil entre a Sinopech e a Galp no Brasil.