A política de Salazar no período entre 1939 e 1945, o papel de Humberto Delgado na negociação da base das Lages, a vida dos refugiados judeus na capital portuguesa, o racionamento de bens essenciais como o pão ou o açúcar são alguns dos muitos temas abordados no oitavo número da VISÃO História, uma publicação trimestral produzida pela mesma equipa da VISÃO.

Nesta edição, explica-se como a equipa de Salazar preparou a retirada do governo para Moçambique, caso Portugal fosse invadido. Relembra-se os exercícios militares que se realizarem em Lisboa para o caso da cidade ser atacada. Conta-se a história de um casal de portugueses que se conheceram em Timor, durante a invasão portuguesa, num campo de concentração. E revela-se a façanha de um português, Gastão Ferraz, que espiava para os nazis e que ia comprometendo o desembarque Aliado no Norte de África.

O oitavo número da VISÃO História conta com as colaborações especiais da jornalista Diana Andringa, que recorda a figura de Aristides de Sousa Mendes; do advogado José António Barreiros, autor de diversos livros sobre espionagem, que evoca a Lisboa dos espiões; do jornalista Carlos Guerreiro, responsável por um livro sobre os combates nos céus portugueses; e de Marina Tavares Dias, autora da série "Lisboa Desaparecida".

Quem quiser receber em casa a revista tem apenas de ligar para o telefone 808 20 80 20 ou clicar aqui e assiná-la . Uma assinatura anual (quatro números) beneficia de 10% de desconto sobre o preço de capa (custa apenas €17,74). Assinando por dois anos, o desconto sobe para 20 por cento. E quem subscrever a VISÃO e a VISÃO História em conjunto terá uma redução de 28%, podendo pagar a assinatura em dez prestações e recebendo um casa 56 revistas.

Encomendas de números anteriores podem ser feitas através do mesmo número de telefone.