A Lonely Planet, maior editora de guias de viagens do mundo, decidiu criar na sua página da internet uma lista com as melhores especialidades de rua vendidas em roulotes, cafés, bancas ou mercados, por esse mundo fora.

Chamaram-lhe "As 11 melhores comidas de rua pelas quais vale a pena esquecer a dieta ", que é como quem diz, se visitar algum destes locais tem de provar este pitéu, não interessa se está preocupado com as calorias ou o diâmetro da sua cintura.

Entre as escolhas dos jornalistas está, talvez, o mais popular doce português: o pastel de Belém. Na realidade, a distinção é atribuída aos pastéis de nata, no geral, mas o bolo criado pela Antiga Confeitaria Belém é citado como sendo o mais "sublime" dentro do género.

O típico gelado italiano ou as salsichas alemãs com caril são também distinguidos. Mas há sabores mais exóticos como o Takoyaki (prato japonês que consiste em pedaços de polvo envoltos numa bola de massa frita polvilhada com molho de algas e cebola) ou o Kelewele, petisco típico do Gana (pedaços de banana-pão madura, temperadas com sal, pimenta e gengibre que depois são fritas em óleo até caramelizarem).

No dia em que visitar alguns destes países, não se esqueça das sugestões. E, sempre que vier a Lisboa, vá a Belém provar os famosos pastéis. Se não for tão rígido, felizmente, pastéis de nata há por todo o país, só precisa de sair de casa e ir ao café mais próximo.