Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

  • Sabe quem são o Cidadão Mamede e o Profeta Daniel? Guia para perceber o léxico do juiz Carlos Alexandre

    Quem o conhece diz que é desconfiado e quem já assistiu ou ouviu os seus interrogatórios nunca mais se esqueceu dos seus apartes. Se este texto fosse escrito por ele, certamente diria que trabalha num “altar” do “Central”, faz “telefonemas por hieróglifos”, interroga “cidadãos” e muitas vezes tem de dizer que isso para si é “água destilada”. Confuso? As jornalistas Inês David Bastos e Raquel Lito revelam as expressões, metáforas e códigos de Carlos Alexandre naquela que é a primeira biografia do magistrado que mandou para a cadeia José Sócrates e deteve Ricardo Salgado

  • Não há robalos em Porto Rico

    Na mesma semana em que Dias Loureiro viu arquivado o seu processo no BPN, Armando Vara viu confirmada a sentença de cinco anos de prisão. Ambos têm em comum mais do que se pensa. O que safou um e tramou o outro?

  • Os casos de José Guilherme: Antes das prendas a banqueiros, já havia Joaquim Raposo, o primo de Sócrates e Duarte Lima

    O construtor da Amadora voltou a ser notícia por ter alegadamente dado 1,5 milhões de euros ao ex-presidente do Montepio. Mas a sua “generosidade” não é de agora e até já foi investigada em processos antigos. Cabazes de Natal, almoços caríssimos, pianos e cheques – são apenas algumas vias que o empresário costumava encontrar para agradar a políticos e empresários

  • Banca a descoberto

    Desde a chegada da “troika”, a Banca portuguesa já acumula prejuízos superiores a 11 mil milhões de euros. E, a avaliar pelos resultados do primeiro trimestre deste ano, a sangria não irá ficar por aqui. O setor necessita de uma solução rápida que poderá passar pela criação de um “banco mau” que absorva todos os ativos tóxicos do sistema bancário. E quanto é que esta medida custará aos contribuintes?

  • Quem comprou os livros de Sócrates?

    Durante buscas às principais livrarias do país, os investigadores descobriram que a mãe de Sofia Fava, ex-mulher de José Sócrates, foi uma das ávidas compradoras do livro do ex-primeiro-ministro: pelo menos 186 exemplares

  • José Sócrates. As perguntas que ficaram por fazer

    A segunda parte da entrevista a Sócrates foi mais esclarecedora do que a primeira no que ao processo diz respeito. Ainda assim, pelo meio de muitas respostas redondas, ataques ao Ministério Público e ao “Correio da Manhã”, há muitas perguntas que ficaram por fazer e muitas respostas que ficaram por dar