Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

O hambúrguer como património mundial

Viajar com o Chef Kiko

Kiko Martins

A ousadia de acrescentar sabores portugueses a um “simples” hambúrguer. A sexta crónica de Kiko Martins na VISÃO

Daniel Guerra

A maioria das pessoas não consegue olhar para um burguer de um ponto de vista gastronómico. Eu cá acho que a inteligência de juntar “carne preguiçosa” e a possibilidade de comer com as mãos tornam o burguer um verdadeiro património mundial. E, se acrescentarmos os nossos sabores, ainda melhor. A alheira é um dos ingredientes portugueses que me fazem perder a cabeça (e esquecer qualquer cuidado com a alimentação). Este burguer, ah, é daqueles que conquistam à primeira dentada. Não dá hipótese!

Burguer de Alheira

Ingredientes
Para 4 pessoas

100 g de manteiga
½ chouriço
2 alheiras
azeite q.b.
4 bolos do caco
200 g de grelos cozidos
4 ovos
flor de sal q.b.

Preparação
Para fazer a manteiga de chouriço, triture a manteiga juntamente com o chouriço, de forma a criar uma pasta homogénea.
Retire a tripa das alheiras e faça quatro hambúrgueres.
Deixe o bolo do caco torrar um pouco e barre de seguida com a mistura da manteiga de chouriço. Por cima, coloque um hambúrguer de alheira, previamente aquecido numa frigideira com azeite.
Acrescente os grelos e um ovo estrelado em cada hambúrger, temperando com flor de sal a gosto.

Kiko Martins

Kiko Martins

Nascido no Rio de Janeiro, em 1979, Kiko Martins – que prefere ser tratado por Chef Kiko – licenciou-se em Gestão, mas rapidamente percebeu que o seu futuro passava pela cozinha. Em Paris, ingressou na escola Le Cordon Bleu, tendo depois passado por restaurantes como Ledoyen, AM Le Bistro, The Fat Duck e Eleven. Tornou-se conhecido do grande público por causa de uma viagem: uma volta ao mundo realizada em 2010 na qual visitou 26 países. De então para cá, abriu cinco restaurantes em Lisboa (O Talho, A Cevicheria, O Asiático, O Surf & Turf e O Poke), tornando-se, aos 39 anos, numa das caras da nova cozinha portuguesa.