Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Uma janela para o Universo

Viagem ao princípio do Universo

  • 333

Instalado a cinco mil metros de altitude, no Chile, o observatório ALMA é inaugurado hoje. Tudo para responder à questão que nos atormenta desde o início dos tempos: de que é feito o Universo? VEJA AS FOTOS

Chegue atrasado Por duas razões: Em primeiro lugar para evitar ter de fazer sala com aquela colega aborrecida com quem nunca trocou uma palavra e que é sempre a primeira a chegar; E em segundo, porque, assim, quando chegar, todos terão uma desculpa para interromper as conversas de circunstância: "Olha quem chegou!"
1 / 12

Chegue atrasado Por duas razões: Em primeiro lugar para evitar ter de fazer sala com aquela colega aborrecida com quem nunca trocou uma palavra e que é sempre a primeira a chegar; E em segundo, porque, assim, quando chegar, todos terão uma desculpa para interromper as conversas de circunstância: "Olha quem chegou!"

Nunca se ofereça para planear... e muito menos para limpar Os "homens a sério", garante a GQ, deixam os detalhes sujos para os outros, porque estão ocupados a ter ideias fantásticas
2 / 12

Nunca se ofereça para planear... e muito menos para limpar Os "homens a sério", garante a GQ, deixam os detalhes sujos para os outros, porque estão ocupados a ter ideias fantásticas

Leve sempre um acompanhante É a melhor desculpa para ser anti-social
3 / 12

Leve sempre um acompanhante É a melhor desculpa para ser anti-social

Guarde as substâncias ilícitas para quando o patrão estiver a falar Pode querer sair dalí quando estiver a ouvir falar do ótimo desempenho da empresa que em nada reverte para si
4 / 12

Guarde as substâncias ilícitas para quando o patrão estiver a falar Pode querer sair dalí quando estiver a ouvir falar do ótimo desempenho da empresa que em nada reverte para si

Se não houver um «depois da festa», faça com que haja Só para o caso de precisar desanuviar depois da festa oficial
5 / 12

Se não houver um «depois da festa», faça com que haja Só para o caso de precisar desanuviar depois da festa oficial

Coma antes de ir Com todos os cortes que todas as empresas estão a enfrentar, é melhor não arriscar
6 / 12

Coma antes de ir Com todos os cortes que todas as empresas estão a enfrentar, é melhor não arriscar

Se não for bar aberto não é uma festa Neste caso, o melhor é mesmo desistir
7 / 12

Se não for bar aberto não é uma festa Neste caso, o melhor é mesmo desistir

Não se envolva sexualmente com um colega Há um dia seguinte. De trabalho. É bom não esquecer
8 / 12

Não se envolva sexualmente com um colega Há um dia seguinte. De trabalho. É bom não esquecer

Adele
9 / 12

Adele

Rita Pereira
10 / 12

Rita Pereira

Bernardo Sassetti
11 / 12

Bernardo Sassetti

Thanks Dad. #astonmartin
12 / 12

Thanks Dad. #astonmartin

O acampamento base do projeto Atacama Large Millimiter Array (ALMA) - o maior radiotelescópio do mundo -, fica a 2 900 metros de altitude. A 5 050 metros, fica o planalto. A visão é assombrosa. Dizer que nos falta o ar não é figura de estilo. Ali em cima, a pressão atmosférica é metade da que se sente ao nível do mar e o oxigénio escapa-se-nos. Já nem os catos resistem. A cabeça pesa e o passo desacelera, como se estivéssemos presos numa bolha. "É impossível resolver problemas matemáticos a esta altitude", diz o sueco Andreas Lundgren, gestor de projeto do ALMA. "Quando temos uma dúvida técnica, temos de descer ao acampamento base para encontrar a solução."

Emolduradas pela Cordilheira dos Andes, 57 das 66 antenas parabólicas que compõem o telescópio apontam para o céu. Estas 'orelhas' estão prontas a escutar a radiação que nos chega do início dos tempos, traçando um retrato do que se passou logo a seguir ao Big Bang. O ar fino e a secura extrema tornam o planalto de Chajnantor (que em Kunza, dialeto local, significa 'local de descolagem'), num dos melhores sítios do mundo para observar estrelas e galáxias. A beleza da paisagem é um bónus. Quando começou a ser pensado, na década de 90, o principal requisito para a construção do ALMA, era que fosse erguido num local sem vapor de água. E Atacama é o local do planeta mais próximo dessas condições: 1 mm é a sua média (e abaixo de 200 já se considera clima desértico). Hoje, 13 de março, dez anos depois do início da sua construção, o presidente do Chile, Sebastián Piñera, e representantes de todos os países envolvidos na sua construção - de Portugal veio o ministro da Educação e da Ciência, Nuno Crato -, inauguram o maior, e mais caro, telescópio da atualidade. América do Norte, Ásia e Europa juntaram-se para pagar a fatura de mil milhões de euros e resolver o quebra-cabeças de instalar as antenas gigantes, num ambiente altamente hostil para os humanos 

 

LEIA A REPORTAGEM DA ENVIADA ESPECIAL DA VISÃO NA EDIÇÃO QUE VAI AMANHÃ PARA AS BANCAS