Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Extrato de um e-mail obtido por um hacker

Silêncio da fraude

Henrique Santos

Kacper Pempel / Reuters

"Olha, eles agora andam para aí a chatear com a família e tal, por isso, para dar mais transparência à coisa, manda-me também a tua árvore genealógica"

Olá João,

Como estás, tudo bem?

Estou a escrever-te este e-mail para te lançar um desafio: seres ministro do meu Governo. Depois digo-te qual é o Ministério porque isso não é relevante para já, se bem que pensei nas obras.

Preciso que me envies o teu Currículo, o teu cartão de cidadão com a menção que autorizas a cópia (que estes gajos são uns chatos com isso). Depois vão-te pedir o IRS e as contas bancárias que tens.

Olha, eles agora andam para aí a chatear com a família e tal, por isso, para dar mais transparência à coisa, manda-me também a tua árvore genealógica, e se alguém tiver cargos públicos na tua família manda também as árvores deles, vamos entregar-lhes uma floresta familiar para ver se eles se calam (ahahah).

Não te preocupes com a fuga de informação. Basta entregares a árvore ou as árvores, nós já colocamos em prática o RGPD (o Regulamento Geral de Proteção de Dados), já ouviste falar não já?, e dessa forma é proibido divulgar essa informação, é só para dizermos que fizeste a entrega da floresta (LOL).

Olha, lembras-te da Guida? Precisava que fosse nomeada por ti aí na Câmara porque agora andam a ver tudo. Se tiveres de nomear alguém dos teus também se arranja, mas é melhor na Câmara onde o Manel está para não dar nas vistas.

Enviei-te este e-mail deste endereço que criei só para o efeito, e para saberes do que se trata. Depois eu formalizo isto por carta, e como já tenho o teu currículo já o faço de uma forma mais sustentada, e aí mostras-te surpreso (ainda bem que tinha guardado este teu e-mail que usamos naquela coisa).

Já me esquecia, caso fiques com as obras, já tenho um gajo para te ajudar na contratação pública, ele percebe muito daquilo porque trabalhou no escritório de advogados que fez o Código dos Contratos Públicos, e temos uma obra para entregar antes das próximas eleições a um empreiteiro que está à espera. Estamos apenas a aguardar que um Fundo (a quem os terrenos vão pertencer) termine o processo de compra, para depois avançarmos com o processo.

Vais gostar de Lisboa... e podes ir à terra quando quiseres... tens ajudas de custo e motorista!

Bem, depois explico-te melhor!

Estou a contar contigo.

Dá cumprimentos à Luísa.

Abraço

Nota do autor: Antes que me batam à porta, informo que este e-mail é pura ficção... (bem, até já eu tenho dúvidas)!

Henrique Santos

Henrique Santos

Licenciado em Gestão. Pós-graduado em Gestão de Fraude (PBS). Técnico Administrativo em Associação Empresarial Multi-setorial. Associado do Observatório de Economia e Gestão de Fraude. O OBEGEF é uma associação, sem fins lucrativos, para a aquisição de novos saberes sobre a fraude e a corrupção, contribuindo, pela formação e informação, para a sua deteção e prevenção.