Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Massimo Forte

Massimo Forte

IMOBILIÁRIO

Comprar casa à sua maneira

Bolsa de Especialistas

Massimo Forte

D.R.

Massimo Forte explica quais são as formas mais comuns de se comprar casa, nos dias de hoje

O mundo evolui a uma velocidade tão rápida quem nem nos apercebemos das mudanças. A tecnologia como a grande responsável segue o seu caminho para tornar tudo mais simples e aparentemente, mais fácil, de forma irreversível.

A compra de casa foi apenas uma destas mudanças, vejamos, correndo o risco de me esquecer de alguma:

Do próprio ao próprio. A transação mais antiga e a mais natural numa sociedade de “passa a palavra”, ainda hoje, muitas pessoas preferem tratar diretamente com o dono do imóvel para aquisição do imóvel. Aventuram-se entre anúncios na internet, placas e especialmente, no “passa palavra” na zona onde procuram ou através de referência de amigos. Será necessária alguma dose de sorte e também algum conhecimento para enfrentar o desconhecido e a complexidade de algumas transações. Esta forma persiste em quase todo o mundo resistindo por adaptação à tecnologia, continua a ser a ideal para pessoas que querem tratar de tudo por terem muito tempo em mãos.

Diretamente a empresas. Semelhante ao ponto anterior, podendo optar por comprar a uma empresa que constrói, reabilita ou simplesmente, compra para revender. Oferece uma maior segurança na compra, podendo-se comparar com a compra de um automóvel num stand. Tem vantagens em relação à compra direta ao proprietário, pois estará a adquirir a uma empresa cuja atividade se centra na venda imobiliária e que pode oferecer determinadas garantias, o que traz uma maior segurança na compra. Uma coisa é certa, como potencial interessado e em caso de negociação, irá continuar a defender os seus interesses sozinho, tal como se tivesse a comprar a casa diretamente a um proprietário.

Com um Agente Imobiliário. A Mediação Imobiliária tem evoluído muito em todo o mundo e em Portugal. Hoje existe no nosso país uma oferta diversificada de profissionais na área que ajudam pessoas a vender e a comprar a sua casa. É uma atividade legislada e por isso oferece alguma segurança para o consumidor final. A oferta é grande, pode recorrer a empresas tradicionais, redes próprias, redes de franchising ou até a autênticos profissionais liberais que exercem esta profissão de forma altamente especializada. Cada vez mais os profissionais da Mediação Imobiliária seguem um caminho de especialização e hoje existem Agentes Imobiliários dedicados a proprietários que necessitam vender, e outros, que ajudam os que pretendem comprar. Se o seu caso é de compra, o ideal será procurar quem se dedique exclusivamente a esta atividade, hoje já existem personal shoppers nesta área.

Deve procurar sempre empresas licenciadas pelo IMPIC - Instituto dos Mercados Públicos do Imobiliário e da Construção e no caso de ter de recorrer a um financiamento, verifique se a empresa de Mediação Imobiliária tem um intermediário de crédito, pois atualmente, para existir aconselhamento ou mesmo tratamento de financiamentos, estas empresas deverão ter um profissional certificado pois tanto os Agentes, como empresas de Mediação Imobiliária, não poderão exercer essa função, salvaguardando que o processo de financiamento é fornecido de forma externa ou através do aconselhamento de um profissional integrado nas próprias Agências Imobiliárias, à semelhança do serviço jurídico ao nível da contratação.

Leilões. Leiloar é uma prática muito antiga, no caso das casas foi uma transação muito associada a momentos negativos para uns e oportunidades para outros. Este formato ainda existe, mas hoje é muito mais atualizado. Existem empresas especializadas neste tipo de venda que asseguram as garantias legais do imóvel para quem compra. Os leilões são para transações imediatas, por isso, se optar por este tipo de compra deverá ter grande parte do montante de aquisição já disponível e preparar-se para tomar decisões no momento em que a casa é licitada.

Proptechs. Com a evolução tecnológica começaram a aparecer uma série de empresas baseadas em tecnologia para o imobiliário, generalizando denominam-se de proptechs e operam em diversas áreas neste mercado, sendo uma delas a mediação. São empresas que baseiam todo o seu negócio em tecnologia e interação digital, preferem utilizar ferramentas digitais para apoio à transação para no limite, não necessitar de ver o imóvel que vai comprar. Para quem prefere comprar desta forma, terá a inteligência artificial como seu principal interlocutor e não o agente imobiliário físico, a sua intervenção no processo reduz-se a ínfima, ou em certos casos, mesmo nula. Em Portugal existem neste momento quatro empresas deste género que estão a dar os seus primeiros passos no nosso país: Sherlock Homes; Kazzify; Brixel e a Housefy.

iBuyers. Ainda não existem em Portugal, mas no mercado Norte-Americano são atualmente uma realidade bem presente. Muito alavancadas na tecnologia, estas empresas permitem-lhe não só uma compra direta e sem complicações, mas sobretudo uma forma rápida de mudar de casa sem se preocupar com a venda da casa onde mora atualmente prometendo uma mudança em 15 dias ou menos tempo. A Opendoors e a Knock.

Estas empresas compram-lhe a sua casa e no dia seguinte tem o dinheiro para comprar uma nova Todos os serviços estão incluídos desde a mudança, possíveis hipotecas, obras, documentação, contratos de abastecimento de energia, entre outros. Ideal para quem não tem tempo e precisa de resolver o seu problema de forma rápida.

Pure players. Pode comprar livros, cd’s, computadores e agora, pode até comprar a sua próxima casa. Não sou eu que o digo, nas últimas semanas foram vários os blogs e websites da atividade imobiliária Norte-Americana que anunciaram esta novidade. Trata-se de um acordo sem precedentes entre o maior grupo de Mediação Imobiliária do mundo a Realogy, detentor de mais de 15 marcas, entre elas, as nossas bem conhecidas ERA, Century21, Sothebys e Coldwell Banker e a própria Amazon como um dos maiores distribuidores online do mundo.

A ferramenta fornecida pela Amazon funciona de forma simples, basta entrar na sua conta Amazon, clicar na área da atividade (Turnkey) e colocar todos os detalhes da casa que pretende: tipologia; área; localização, entre outros. A aplicação faz a combinação ideal entre o que procura e a oferta disponível e encaminha-o para um dos Agentes Imobiliários do grupo Realogy que detém a angariação da casa que procura. Aparentemente até aqui, tudo normal, mas um dos benefícios é que o cliente em caso de compra do imóvel irá receber um valor de 5.000 USD em produtos Amazon e assistência do novo serviço para imóveis da Amazon denominado Amazon Home Services.

Assine por um ano a VISÃO, VISÃO Júnior, JL, Exame ou Exame Informática e oferecemos-lhe 6 meses grátis, na versão impressa e/ou digital. Saiba mais aqui.

Massimo Forte

Massimo Forte

IMOBILIÁRIO

A viver em Lisboa e a trabalhar em Portugal, Espanha e Itália, Massimo Forte é antes de mais um Italiano de Milão apaixonado pela área do imobiliário. Licenciado em Gestão Imobiliária pela ESAI e pós-graduado em Branding e Gestão de Imagem pela Universidade Europeia, Practitioner em PNL (Programação Neurolinguística) pela PNL Portugal. Uma das suas atividades principais é a formação na área comportamental e técnica. É igualmente consultor independente para a área da Mediação Imobiliária. É Professor Convidado na cadeira de Mediação Imobiliária na ESAI (Escola Superior de Atividades Imobiliárias). Ao longo dos seus vinte anos de experiência passou por todas as fases deste negócio, tanto como Comercial, como Gestor de Equipas e como Diretor de Operações. Foi Consultor e Coordenador na SAM – Square Asset Management para a área comercial, no canal de Mediação Imobiliária. É autor de vários livros.