Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Sandra Duarte Tavares

Sandra Duarte Tavares

LINGUÍSTICA PORTUGUESA

É Natal, é Natal, mas a Língua leva a mal

Cinco exemplos de erros de português muito comuns nesta época do ano

É Natal, é Natal! As luzes piscam, os sinos tilintam, os embrulhos encantam, os sorrisos espalham magia, a tolerância contagia.

Será a língua portuguesa também contagiada pelo espírito natalício?

1. No centro comercial havia vários pais natais! (E não: pais natal)

O plural de pai natal é pais natais. A palavra natal, neste composto, é um adjetivo, sinónimo de natalício, pelo que deve concordar em número com o nome pai. À semelhança do que acontece com "terra natal“, cujo plural é terras natais.

2. Comemos deliciosas filhós! (E não: filhoses)

O nome filhó tem como plural filhós, seguindo a regra geral de formação do plural em português: inserção de um «s» à forma do singular.

3. Ofereceram-nos generosas fatias de bolos-reis! (E não: bolos-rei)

O plural de bolo-rei é, de acordo com a tradição normativa, bolos-reis. A regra é a seguinte: ambos os elementos de uma palavra composta por dois nomes flexionam no plural.

4. No dia de Natal, o peru foi uma das deliciosas iguarias à mesa! (E não: perú)

A palavra peru não deve ser escrita com acento gráfico, porque se trata de uma palavra aguda terminada em u. As palavras agudas terminadas em u (caju, menu, tabu) e em i (javali, colibri, travesti) não precisam de acento gráfico.

5. Devido ao abuso dos doces, os níveis de glicemia subiram em flecha! (E não: glicémia)

A palavra glicemia é formada por intermédio de dois elementos gregos: glykýs (doce) + emia (sangue). Este segundo elemento entra na composição de várias palavras, como anemia, leucemia, toxicemia, alcoolemia. Trata-se, pois, de palavras graves, cuja sílaba tónica é a penúltima (mi), pelo que não devem ser escritas com qualquer acento gráfico.

Sandra Duarte Tavares

Sandra Duarte Tavares

LINGUÍSTICA PORTUGUESA

Sandra Duarte Tavares é mestre em Linguística Portuguesa pela Faculdade de Letras de Lisboa e professora no Instituto Superior de Comunicação Empresarial (ISCEM). É colaboradora da RTP em programas televisivos e radiofónicos sobre Língua Portuguesa e autora de 10 livros técnicos sobre Língua Portuguesa e Comunicação. Conta ainda com 10 anos de experiência como consultora linguística e formadora de Comunicação para Executivos, nas áreas de Effective Communication, Business Writing e Public Speaking.