Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Eduardo Bastos

Eduardo Bastos

Medicina Dentária

Regras básicas para uma boa saúde oral das crianças

Bolsa de Especialistas

Eduardo Bastos

DR

Nunca é cedo demais para iniciar a higiene oral de uma criança! Os dentes do seu filho correm o risco de se deteriorarem assim que começam a nascer

Nunca é cedo demais para iniciar a higiene oral de uma criança! Os dentes do seu filho correm o risco de se deteriorarem assim que começam a nascer. Não temos noção mas as cáries dentárias em crianças são a doença oral mais comum e em alguns casos, cáries muito profundas, levam à necessidade de extracções dentárias. Mas tudo isto pode ser evitado se conseguir estabelecer uma rotina de higiene oral conveniente e seguir algumas diretrizes básicas.

Erupção Dentária Primária

Verifique os dentes do seu filho com regularidade. Normalmente, o primeiro dente nasce entre os 6 e os 9 meses de idade, e aos 3 anos o seu filho deve ter 20 dentes decíduos, ou de leite. Se o seu filho não desenvolver o seu primeiro dente antes dos 9 meses, deverá consultar o seu odontopediatra (dentista de pediatria). Os dentes decíduos saudáveis ​​são brancos e sem manchas e as gengivas saudáveis ​​são lisas e rosadas.

Se os dentes do seu filho estiverem manchados ou escurecidos, marque uma consulta com o seu dentista. É recomendado que efetue uma consulta dentária logo após o nascimento do primeiro dente.

Higiene oral dos primeiros dentes para ter uma saúde oral conveniente

Do nascimento aos 12 meses de vida, limpe cuidadosamente as gengivas do seu bebé com uma compressa limpa apropriada. Desta forma, não só está a promover uma boa higiene oral eliminando bactérias existentes na cavidade oral, mas está também a contribuir para que resíduos alimentares não permaneçam na boca nem comprometam a digestão, evitando ou diminuindo a ocorrência de cólicas.

Quando o primeiro dente nascer, limpe a superfície do mesmo com uma escova de dentes para bebés e água. O melhor momento para limpar os dentes do bebê é depois do pequeno-almoço e antes de dormir.

Para crianças entre os 12 e os 24 meses de idade, use uma escova de dentes de tamanho infantil e uma quantidade de pasta dentária do tamanho de uma ervilha. A menos que o dentista ou o pediatra recomendem explicitamente um dentifrício fluoretado, é melhor não utilizá-lo até que o seu filho consiga adquirir o hábito de expectorar em segurança, para evitar a ingestão de quantidades excessivas de pasta de dentes com fluor.

O flúor é uma substância segura e natural que é muito eficaz na prevenção da cárie dentária. Uma vez que a maioria das pessoas reside em zonas com fornecimento de água potável com flúor não haverá necessidade de administrar um suplemento de flúor.

A escovagem e o uso de fio dentário são uma parte muito importante da rotina de higiene oral do seu filho e é muito importante usar a técnica adequada, daí a relevância da visita ao consultório dentário onde a Higienista será a pessoa ideal para ensinar os melhores hábitos e técnicas.

O uso do fio dentário só deve começar quando o seu filho tiver dois dentes em contacto, o que normalmente ocorre por volta dos dois anos a dois anos e meio de idade.

Considerando que as crianças conseguem escovar independentemente e com eficácia os dentes aos 6 anos, elas tendem a ter dificuldades em usar o fio dentário até que atinjam os 8–10 anos de idade. Uma excelente ferramenta que ajudará o seu filho a aprender a usar o fio é utilizando um suporte de fio dentário e mais tarde utilizando truques e técnicas mais específicas a cada caso para se tornarem cada vez mais independentes na sua higiene oral diária.

Nós somos o exemplo

Mais importante ainda, cuide dos seus próprios dentes. Nós somos o principal exemplo para os nossos filhos. A higiene oral não precisa de ser uma tarefa difícil. Em vez disso, pode até ser uma atividade de interacção divertida entre si e o seu filho. Uma técnica que eu utilizo muito com os meus filhos de 5 a 2 anos é, enquanto lhes lavo convenientemente os dentes, eles lavam-me a mim. Distraem-se e aprendem ao mesmo tempo. Obviamente eu a seguir reforço a minha higiene oral ;)

Eduardo Bastos

Eduardo Bastos

Medicina Dentária

Licenciado em Medicina Dentária, tem várias Pós-graduações em áreas especificas como Cirurgia Avançada de Implantes e Tecidos Moles, Implantologia e Estética Dentária. Sempre muito dedicado à vertente da implantologia e cirurgia oral, participou em várias palestras nesse âmbito. A sua experiência profissional incide na Reabilitação Oral integral, com forte componente estética. Participou em alguns programas de televisão dedicados à saúde oral e estética dentária e é muitas vezes convidado para rubricas de informação de medicina dentária. Sempre projectou ter o seu próprio espaço, com um ambiente que correspondesse às suas paixões e uma prática clínica sempre avançada/ atualizada, proporcionando um cuidado de excelência como sempre o fez. Foi em 2016 que deu estrutura ao seu sonho com a Clinica Mint (http://mint.pt ) em Lisboa.