Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Calções, verão e homens

Bolsa de Especialistas

João Jacinto

  • 333

MARCO BERTORELLO/ Getty Images

Recentemente, por causa de um episódio numa escola inglesa, os alunos foram impedidos de usar calções nas aulas e, por isso, usaram saias como forma de protesto, levantando-se algumas questões sobre o dress code empresarial

Acerca disso, temos de referir alguns dados de uma perspetiva histórica: os calções aparecem sob dois pontos de vista - como peça de vestuário colonial, a adaptação de uniformes militares e civis para os climas mais quentes, ou como peça dos tempos de ócio. Mas, também, foi sempre associado a um look mais infantil, quando as crianças eram vestidas como “mini-adultos”.

Daí, que o seu uso não esteja incluído nos dress codes das empresas ou de instituições mais “sérias”. Muitos diriam que a realidade é o melhor conselheiro para a elegância, por isso usar calções em tempos de mudanças climáticas seria uma boa saída.

Quando falamos em calções, “pantalones curtos” no dizer dos espanhóis, não falamos de calções de banho, bermudas ou calções de ginásio. Hoje em dia, existem calções de tecido nobre e de grandes marcas (Dior, Balenciaga etc) que os foram introduzindo juntamente com blazer. Mesmo assim, a palavra final é do dress code que é estabelecido na empresa onde cada um de nós trabalha. O verão sempre foi verão e não foi por isso que se deixou de usar fato e gravata.

Para sobreviver às mudanças de temperatura, podemos usar vários truques:

- Fatos de cor clara
- Materiais mais leves como o linho
- A mistura de calça clara com blazer azul escuro ou claro
- Sapatos sem meias (já escrevemos aqui sobre o assunto)
- Um chapéu
-E, em dias casual, optar por não usar gravata

A regra aqui é sempre a mesma: respeitar o dress code sem perder a elegância, que, de facto, é prática e razoável. E, encontrar, com criatividade soluções possíveis.

João Jacinto

João Jacinto

MODA HOMEM

João Jacinto Freitas Ferreira acredita que a elegância é um estado de alma e uma atitude de coração. Apreciador de todas as formas de arte e as expressões humanas que reflictam neste mundo, a elegância de trato. Um comunicador nato com traços espirituais, depois dos estudos superiores (duraram bastante tempo), começou a trabalhar em projectos culturais e integrou várias equipas em agências de comunicação, na vertente da Moda. Desta experiência nasce o site que se dedica ao homem, agora com nova designação The Gentleman's mail.