Algumas frases do Papa Francisco:
  • Sobre o casamento entre homossexuais

"Não sejamos ingénuos, não se trata de uma simples luta política. É uma pretensão destrutiva ao plano de Deus. Não se trata de um mero projeto legislativo, é apenas o sinal de uma mentira que pretende confundir e enganar aos filhos de Deus". Carta enviada aos mosteiros de Buenos Aires.

  • Sobre o aborto

"O aborto nunca é solução. Ao falar de uma mãe grávida, falamos de duas vidas e ambas devem ser preservadas e respeitadas, pois a vida é de um valor absoluto". Documento entregue na Conferência Episcopal Argentina.

  • Império do dinheiro

"Pouco a pouco habituamo-nos a ouvir e a ver, através dos meios de comunicação, a crónica negra da sociedade contemporânea [...] O império do dinheiro, com os seus efeitos demoníacos como as drogas, a corrupção, o tráfico de pessoas (incluindo de crianças), juntamente com a miséria material e moral são frequentes". Discurso durante o período da Quaresma. 

  • Direito a trabalho digno

"A escravidão não está abolida e, nesta cidade [Buenos Aires], a escravidão está na ordem do dia de diversas formas. Nesta cidade existem trabalhadores clandestinos [...] A destruição do trabalho digno, as emigrações dolorosas e a falta de um futuro também se unem nesta sinfonia". Discurso do Dia da Luta Contra o Tráfico de Pessoas.

  • Dívida social

"A dívida social é uma acumulação de privações e carências em distintas dimensões. É uma violação de direitos e aponta diretamente contra a dignidade humana. A dívida social no país [Argentina] é imoral, injusta e ilegítima".
Em discurso à TV aberta, em 2009.

  • Desigualdade 

"Nós vivemos na parte do mundo mais desigual. A distribuição desigual de bens continua, criando uma situação de pecado social que clama aos céus e limita as possibilidades de uma vida mais plena para muitos dos nossos irmãos". Discurso na reunião de Bispos Latino Americanos, em 2007.

  •  Igreja doente

"Temos que evitar a doença espiritual de uma igreja auto-referencial. Se a igreja permanece fechada em si mesma, fica velha. Entre uma igreja que sofre acidentes na rua e uma igreja que está doente porque é auto-referencial, não tenho dúvidas sobre preferir a primeira [opção]". Durante conversa recente, pré-conclave.

SAIBA MAIS