O presidente interino da Venezuela, Nicolás Maduro, sugeriu hoje em tom jocoso uma subtil influência do falecido Presidente Hugo Chávez na eleição do primeiro papa latino-americano.

"Sabemos que o nosso comandante está de pé e face a face com Cristo", disse Maduro, despoletando uma coro de gargalhadas durante uma iniciativa política, e apenas oito dias após a morte de Chávez, que se manteve 14 anos no poder.

"Algo deve ter tido influência para que um papa sul-americano fosse nomeado. Alguma nova mão aproximou-se de Cristo, e disse: Chegou o tempo da América do Sul. Isso é o que penso", declarou o sucessor de Chávez, que concorre pelo partido no poder às presidenciais de abril.