A nova missão, cujo anúncio foi feito na segunda-feira, chamar-se-á "InSight" e viajará equipada com instrumentos destinados a averiguar se o núcleo de Marte é sólido ou líquido, como o da Terra, e por que é que não está dividido em placas tectónicas como o do "planeta azul".

Segundo a agência espacial norte-americana, citada pelas agências de notícias internacionais, ter um conhecimento mais detalhado do interior de Marte, para poder compará-lo com a Terra, ajudará os cientistas a entenderem melhor como se formaram os planetas rochosos e por que motivo evoluíram de maneira tão diversa.