Maputo, 19 out (Lusa) - O músico brasileiro Gabriel O Pensador disse hoje em Maputo que durante os recentes concertos que realizou em Angola se identificou bastante com o povo africano, que disse fazer parte da herança dos brasileiros.

"Identifiquei-me bastante com o povo angolano, comecei a notar um pouco mais da nossa herança dos brasileiros, do que a gente tem de África em nós: as dificuldades que temos, e também enfrentamos com a postura de otimismo de energia boa, de sorriso, de força, mas sem perder a ternura", disse, numa conferência de imprensa de apresentação dos seus espetáculos na capital moçambicana.

Gabriel O Pensador está em Moçambique para um leque de concertos, e a primeira atuação será na quinta-feira, na "Gala Samora Machel".