A primeira-dama guineense está viva e em segurança, de acordo com uma fonte diplomática que não avançou o local em que Isabel Vieira se encontra por razões de segurança.

Segundo fontes não oficiais, Isabel Vieira estará refugiada na Embaixada de Angola em Bissau. O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores angolano, Abreu de Barganha, escusou-se a comentar estas informações.