Torre de Moncorvo, Bragança, 10 jul (Lusa) -- O presidente da Câmara de Torre de Moncorvo, Aires Ferreira, afirmou hoje que o concelho transmontano será duplamente penalizado se falhar o investimento nas minas de ferro.

O autarca socialista lembrou, em declarações à Lusa, que a possibilidade de reativação das minas inviabilizou a instalação de um parque eólico com benefícios garantidos para o concelho, o que significa que, se não avançar a exploração mineira, o município perde dois investimentos.

Aires Ferreira reagiu desta forma à notícia de que a anglo-australiana Rio Tinto desistiu da exploração das minas de ferro de Moncorvo depois de semanas de intensas negociações entre o atual concessionário (MTI) e o Governo.