A criança caiu dentro da piscina da família na cidade de Phoenix, no Arizona e só foi encontrada pela mãe 30 minutos depois, sem respirar e sem batimentos cardíacos. Levado para o hospital, o pequeno Caleb Teodorescu foi colocado em "hipotermia terapêutica" - o corpo é arrefecido de forma a minimizar os riscos de danos no cérebro por falta de oxigenação. O menino foi depois reaquecido, lentamente, ao longo de quatro dias, após os quais despertou sem quaisquer sequelas.

A equipa do pediatra Corey Philpot, que o assistiu, admite que a criança "desafiou as probabilidades".