Paris, 30 abr (Lusa) - O ministro do Interior francês, Claude Guéant, considera que "nada indica" que a França tenha sido visada pelo atentado de Marraquexe perpetrado quinta-feira, provocando 16 mortos, sete deles franceses.

Questionado pelo Journal du Dimanche, o ministro sublinhou que "nada permite afirmar" que a França era visada pelo atentado.

"Marrocos já foi palco de atentados importantes: 45 mortos, entre eles, 12 kamikazes em Casablanca, em 2003, e outros em 2007", recordou o ministro.