A ex-ministra das Finanças e ex-presidente do PSD Manuela Ferreira Leite defendeu hoje que a redução da contribuição das empresas para a Segurança Social vai "aumentar dramaticamente" o desemprego, apelando ao "bom senso e prudência" do Governo.

Em declarações ao canal televisivo TVI 24, Manuel Ferreira Leite disse que a medida "perniciosa" da diminuição da Taxa Social Única vai "aumentar dramaticamente o desemprego", já que os trabalhadores "vão financiar empresas que podem falir".

"Não sei qual o interesse desta medida surreal, que ninguém defende", declarou, condenando o ministro das Finanças, Vítor Gaspar, por "gerir a tesouraria das empresas".